domingo, 12 de junho de 2011

A morte de Jesus foi necessária

Ref: Colossences 2.13-15

A morte de Jesus é uma coisa fenomenal e o coração humano não pode entender. Nós estávamos mortos nos nossos pecados e delitos, mas Jesus nos vivificou juntamente com Ele, aleluia!
Quando fui salvo aos 12 de idade, estava jogando futebol e naquela noite fui salvo. Hoje aos 67, ainda trato da minha vida em muitas áreas. A santificação não é instantânea ela vem gradativamente. Esse ano,  resolvi que não irei comer mais como um porco, irei mastigar o alimento devagar.  Também mudei meus hábitos alimentares e tenho visto o resultado na minha saúde.

O Espírito Santo trata nas nossas vidas em áreas que não compreendemos.  Existem áreas nas nossas vidas que podem não ter sido tratadas e que precisam de cura, libertação.
O Senhor Jesus trouxe tudo que era pecado, passado, presente e futuro nele mesmo. O peso do pecado era tão grande que as lágrimas de Jesus sangravam.
Jesus não passou pela via dolorosa, ele rodeou a cidade carregando a cruz.  Os açoites deixaram o corpo de Jesus  em carne viva. Quando ele chegou à cruz seu corpo já estava dilacerado e todo o pecado do ser humano veio sobre Ele. Ele morreu por mim e por você, mas glória a Deus porque Ele ressuscitou.
A morte de Jesus trouxe a nós a oportunidade de ter vida. A cruz é necessária.

Cada vez que abro a Palavra de Deus para lê-la, meu coração arde de emoção.  Era necessário Jesus morrer, porque Deus tinha um plano através do sacrifício d’Ele na cruz do calvário.
É impossível salvarmos a nós mesmos. A salvação é um dom de Deus.
“Se confessardes com a sua boca, e crer no seu coração, sereis salvos.”
A diferença do que tem a salvação é a bênção que se tem em Jesus.  Onde não há alegria, não há salvação. O mundo precisa de um Deus que salva, cura e renova. Não há nada que o mundo ofereça que traga alguma esperança na vida.
Já estive em alguns países no mundo, Turquia, França, Alemanha e são países que o povo não tem alegria.  A morte de Jesus foi necessária, do contrário não teríamos chance de nada.

Deus estava consciente que Jesus teria que ser entregue. Jesus foi morto por mãos humanas, por mãos de iníquos.  Mas a morte não poderia retê-lo, ele ressuscitou. Ref: Atos 2.23-24.
Que a morte de Jesus continue falando conosco e também a sua ressurreição. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que n’Ele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.”


Pr. Rick BonfimCulto Evangelístico 12/06

Edição: Renata G. Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário