quinta-feira, 31 de maio de 2012

Setor hoteleiro no Brasil é sinônimo de investimento seguro: Parte II


Por ser um dos principais problemas enfrentados pelo Brasil na preparação para a Copa do Mundo e as Olimpíadas, o setor hoteleiro do país já está passando por grandes reformulações. “Tanto a capital mineira, quanto as outras cidades-sede precisam de novos hotéis para suprir a grande demanda existente e a que está por vir. Tais empreendimentos estão chegando para revolucionar o mercado, já que a maior parte deles vem chancelados por grandes redes internacionais”, diz Maarten Van Sluys, Executivo e Consultor especializado em hotelaria.

Um dos exemplos é o Holiday Inn, uma das marcas hoteleiras mais valorizadas do mundo e pertencente à rede IHG (International Hotels Group). Unidades que terão a mesma bandeira estão sendo construídas em Rio Branco, Maceió, Belém, Porto Velho, Cuiabá e Belo Horizonte.

Na capital mineira, a bandeira internacional está sendo implantada pela construtora Patrimar em uma área privilegiada da Savassi, ao lado de diversas opções de negócios e entretenimento. O local é histórico e abrigou até recentemente a casa do saudoso Presidente da Academia Mineira de Letras, o imortal Vivaldi Moreira. Inclusive o prédio ganhará seu nome como homenagem a este ilustre imortal da Academia.

Uma das maiores preocupações dos investidores, porém, é a queda do turismo após 2016. Mas, se levarmos em consideração o Plano Aquarela 2020, lançado pelo Ministério do Turismo com a intenção de projetar o Brasil como um dos principais destinos turísticos, e um estudo feito pelo Comitê da Candidatura Brasileira aos Jogos Olímpicos, tal preocupação pode ser descartada. 

Segundo a entidade, estima-se que o impacto econômico dos eventos esportivos sobre o PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro chegue a R$22 bilhões até 2016, enquanto que na década seguinte a influência será ainda maior, girando em torno de R$27 bilhões.

O governo de Minas ainda tem na “manga” os planos de desenvolvimento do vetor norte da cidade que fazem projeções animadoras para Confins, hoje com um fluxo de 8 milhões de passageiros, que passarão para 11 milhões em 2014 e 22 milhões em 2020. Ou seja, praticamente o dobro do que o Aeroporto recebe hoje. Vale lembrar que essas pessoas tem como destino Belo Horizonte.

Com todos os investimentos feitos em torno do turismo e da rede hoteleira do Brasil, Van Sluys acredita que o retorno financeiro não será um problema para os investidores após os eventos esportivos. “O país vai passar por uma intensa substituição do inventário hoteleiro não só em números, mas também em qualidade e profissionalismo, o que garante rendimentos desejados”, conclui.


Maarten Van Sluys
Development Advisor
JR & MvS Consultoria

Facebook: http://www.facebook.com/mvansluys
Contato: (31) 8755-3754

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Sorvete de boldo, carqueja e fel ou de chocolate com leite condensado?


Temos um problema grave: Desejamos aquilo que nos dá prazer imediato. Mais do que isso, pensamos que sabemos o que é bom para nós, mas na maioria absoluta das vezes, NÃO SABEMOS O QUE É VERDADEIRAMENTE BOM PARA NÓS. PIOR AINDA, NÃO GOSTAMOS DO QUE É REALMENTE BOM.

Existe um sorvete espiritual com gosto de boldo, carqueja e fel, que é verdadeiramente bom para nós; essa mistura tem todas as vitaminas que nos fortalecerá para transformar-nos em vencedores, mas preferimos um sorvete barato que seja bem doce e só nos faça ficar gordos, cheios de cáries, e diabéticos. Até afirmamos que queremos o sorvete espiritual amargo. O problema é que nunca nos dispomos a comê-lo.

Por que agimos assim? Fomos criados para a felicidade, para desfrutar daquilo que nos dá maior prazer possível o mais rapidamente possível.

Temos a nossa própria idéia do que nos dá maior prazer, por isso vivemos a procura desse sonhado prazer que nos fará ser plenamente felizes.

Não entendemos que esse enorme e inextinguível prazer não nos vem através de coisas fáceis. Coisas fáceis produzem prazer, mas não vencedores. O prazer que não acaba só vem através de um relacionamento íntimo com Deus.



Pr. Silmar Coelho

O Pr. Silmar Coelho é casado com Janice Coelho e é pai de Tiago, Filipe, Lucas e Cristine. Doutor em liderança pela Universidade Oral Roberts, Tulsa/ USA. Escreveu vários Best-Sellers. É escritor premiado, músico, compositor e pastor há mais de 39 anos. 

www.silmarcoelho.com.br
Twitter: @silmarcoelho
Facebook: pastorsilmar





terça-feira, 29 de maio de 2012

Qual resposta você dará a Deus?


Certo homem importante lhe perguntou: "Bom Mestre, que farei para herdar a vida eterna? "
"Por que você me chama bom? ", respondeu Jesus. "Não há ninguém que seja bom, a não ser somente Deus.Você conhece os mandamentos: ‘Não adulterarás, não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, honra teu pai e tua mãe’". "A tudo isso tenho obedecido desde a adolescência", disse ele.
Ao ouvir isso, disse-lhe Jesus: "Falta-lhe ainda uma coisa. Venda tudo o que você possui e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro nos céus. Depois venha e siga-me". Ouvindo isso, ele ficou triste, porque era muito rico.  Lucas 18:18-23



Com certeza você já ouviu inúmeras mensagens a respeito do jovem rico, acho interessante uma história que deu errado, servir tanto pra gente.

Essa história, não é uma história de vitórias. Todos os elementos para a vida desse jovem dar certo estavam ali. Esse rapaz chegou na pessoa certa – Deus em carne e osso estava diante dele. Imagine Deus diante de você em carne e osso! Ele  não só estava diante da pessoa certa, mas fez a pergunta certa.

Tente entender a dimensão da profundidade do que esse rapaz pediu para Jesus. Muitas pessoas pediram inúmeras coisas pra Jesus, curas, soluções para problemas terrenos. “Cura minha filha Senhor para que eu fique feliz, ressuscita meu irmão para que eu fique feliz...” Mas esse rapaz perguntou: "O que eu faço para ter a vida eterna?” Ele fez a pergunta certa, para a pessoa certa e Jesus deu a direção certa a ele, mas tudo deu errado.

No mínimo esta história serve para nos dizer que apesar de pessoas ignorarem as direções que Jesus Cristo, devemos nos apegar ao que Ele nos diz. Não interessa se o mundo acha que é radical. Porque a direção de Jesus é a perfeita e só ela pode nos levar para onde Ele quer que estejamos.

Se você quer alcançar algo excelente, precisará fazer algo extravagante! O que Jesus pediu para esse jovem parece radical, você não acha? Você acha radical, alguém largar tudo para seguir a Jesus?

O ser humano faz isso o tempo todo. Você nunca ouviu a história de um pai de família que tem seu emprego, sua família, seus filhos e de-repente, alguém apresenta uma pedrinha de crack  para esse pai que gosta tanto dessa pedrinha e larga tudo por ela – esposa, trabalho, filhos...?

Você nunca ouviu falar de pais que vão para o exterior para conseguir dinheiro e ficam anos e anos sem ver os filhos e a esposa pelo dinheiro?

Somos guiados pelo coração e enganoso é o coração do homem! Quantos pais veem suas filhas apaixonadas por rapazes que não valem nada, e não adianta falar nada, porque elas não enxergam?

Pessoas largam tudo por algo e só largamos algo por aquilo que amamos.

Jesus disse aquele rapaz: “Venda tudo o que você possui e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro nos céus” Jesus olhou para esse rapaz e o convidou a trocar o tesouro dele pelo incorruptível.

“Aquele que perder a sua vida achá-la-á” Jesus nos convida a trocar a nossa vida medíocre para ganhar outra muito melhor.  

Existe um perigo muito grande quando achamos que a nossa vida é perfeita. Você já se imaginou do jeito que está na eternidade? Com as suas falhas e defeitos?

As pessoas querem que Deus as mude, mas não querem sair de onde estão. Jesus sempre tirou as pessoas da sua zona de conforto!

Não acho injusto o que Jesus pediu para esse cara, porque não há nada que Ele nos peça que não tenha feito primeiro por nós. Ele se fez homem, se rebaixando por nós, Ele sofreu por nós, Ele morreu por nós.

Existe algo maravilhoso a respeito da simplicidade de Cristo. Qualquer um se conecta com algo simples.  Jesus Se fez o  mais simples, para que qualquer um se conectasse a Ele!

Não há nada que você entregue a Deus que você esteja perdendo, você está trocando por algo muito melhor!

O que é vitória pra você? O alvo das pessoas é serem felizes! Jesus Cristo nos prometeu uma alegria completa. Se você pede uma alegria como a que o mundo dá na igreja, você está pedindo no lugar errado. É possível você ter tudo e está miserável!

Jesus deu uma direção para esse rapaz. Se você recebe uma direção de Deus a respeito de algo o que você faz? Dá uma festa! Mas esse rapaz se entristeceu.

Quando recebemos o toque de Deus começamos a  ver Deus em tudo e nos lembrar dos livramentos reconhecendo a nossa fragilidade.

Me envergonho do que eu era diante da santidade de Deus. Eu sentia uma tristeza profunda porque eu envergonhava a Deus, e Ele não deixou de me amar nenhum segundo, porque o amor de Deus nos constrange.

Eu peguei minha liberdade para servir a Jesus e até hoje me colocam no banco dos réus, mas até hoje eu vivo a consequência da minha liberdade de servir a Cristo e isso não tem preço!

Foi profetizado que Ele veria o fruto do Seu penoso trabalho e se alegraria. O que alegra o coração de Deus é naquele dia as portas da Nova Jerusalém se abrindo e você entrando.

Quando Jesus viu aquele rapaz triste disse: “Como é difícil aos ricos entrar no Reino de Deus!
"De fato, é mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus". Lucas 18:24-25 -  Jesus sabe o que você necessita e no tempo certo você receberá! 

O milagre pra Deus é alguém olhar pra Ele, simples como Ele é, misterioso como Ele é e dizer:
“ Nada mais vale a pena, Tu és o meu alvo, Tu és o meu tesouro!”

Esse homem buscava eternizar o que ele achava ser alegria e sai da presença de Jesus muito triste. O jovem Rico é você e o final dessa história é você quem decide!

Decida o que vai fazê-lo feliz! A resposta que você tem para dar a Deus determinará onde você chegará! 


Rodolfo Abrantes
Edição: Renata G. Santana

O Zelo do pastor pela ovelha


“Procura conhecer o estado das tuas ovelhas; põe o teu coração sobre os teus rebanhos” Provérbios 27:23

Pastor tem que ter cheiro de ovelha. Nos dias em que vivemos há uma constante transformação em todas as áreas, essas inovações e mudanças também têm alcançado as relações pastorais.

Temos que desenvolver, crescer e aprimorar o nosso ministério e a forma como lidamos com as pessoas. Só somos pastores porque temos ovelhas. Se não houvesse ovelhas não seriamos pastores. 

O sistema religioso que vivemos beira a uma relação mercadológica entre líderes e liderados, pastores e ovelhas. Somos considerados um mercado muito fértil, porque temos poder para influenciar muitas coisas. As gravadoras seculares tem abraçado esse mercado promissor.

Não tenho nada contra isso, mas esse tipo de pensamento não pode envolver a relação pastor e ovelha.  Muitos pastores colocam metodologias e ensinos que os afastam cada vez mais do rebanho.

Não fomos chamados como pastores para sermos maiores que a ovelha. Tal qual a ovelha somos parte do Corpo de Cristo – o pastor exerce uma função diferente, que é a de cuidar das ovelhas e nosso Sumo Pastor é o Senhor Jesus Cristo.

Para sermos pastores proeminentes não temos que nos tornar donos de rebanhos, mas simplesmente apascentar o rebanho do Senhor Jesus e para isso precisamos encurtar a distancia que uma plataforma ou um púlpito coloca entre nós e as ovelhas.

Muitas vezes colocamos tantos impedimentos para que a ovelha chegue até nós que não perdemos apenas o cheiro da ovelha, mas o manejo do pastoreio.

O Salmo 23 é uma manifestação de carinho, de agradecimento de uma ovelha que se sente bem pastoreada pelo seu pastor. “Eu não tenho falta de absolutamente nada, porque meu pastor é perfeito no seu pastoreio...”

A primeira área de atuação que o pastor deve exercer desrespeito ao estado físico da ovelha

“Me faz deitar em verdes pastos e me faz descansar em águas tranquilas...” A Palavra de Deus nos ensina a cuidar das ovelhas.

A segunda área de atuação do pastor é cuidar da alma da ovelha

A alma é o lugar que trata das nossas emoções. Vivemos num tempo que cada vez mais as pessoas são massacradas e levadas a serem melhores que as outras.  Essa batalha muitas vezes beira  a acusação e torna a alma das ovelhas defeituosa, ferida.

As nossas ovelhas querem ouvir uma palavra que traga alívio para alma. Muitas vezes como pastores,  não conseguimos fazer isso, porque a nossa própria alma está amargurada, ferida.

No Salmo 46 Davi disse: “Porque está abatida oh minha alma... espera em Deus!” A alma dele estava abatida, mas ele sabia em quem devia esperar – no Sumo Pastor.

A terceira área de atuação do pastor é a Justiça

“Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome”

O que é a justiça? É dar alguém o que lhe é de direito, seja bom ou seja mal. A ovelha deve ser guiada pelo campo da justiça. A falta da prática da justiça é tão perigosa, nociva, cruel, que conduz ao inferno como qualquer outro pecado! Como pastores não podemos nos furtar a exercer a justiça principalmente no tocante ao pecado dentro da igreja.

A quarta área de atuação do pastor é na proteção

Pastor foi feito para proteger a ovelha. Temos que guardar as ovelhas de todo vento de doutrina. A televisão hoje tem muitas coisas boas, mas também uma pancada de coisas ruins. Se não cuidarmos das nossas ovelhas, elas se perderão.

“Prepara-me uma mesa na presença dos meus inimigos!”

O problema não é ter inimigos e sim a certeza de que a ovelha tem um pastor para protegê-la deles.  Inimigos estão à espreita, mas nenhum entra, porque a ovelha tem a segurança do pastor.

Muitas ovelhas estão sendo dizimadas pelo sistema corrupto e corruptor, mas fomos chamados por Deus para preparar uma mesa para as nossas ovelhas diante de todos os inimigos, mostrando a elas que elas estão seguras.

A quinta área de atuação do pastor é na vida espiritual

“Unges a minha cabeça com óleo”

Muitas vezes o pastor mede a unção da igreja pelo ‘Glória a Deus e Aleluia’. Mas a unção não está baseada em reações externas.  A unção vem de cima para baixo e se a igreja não está tendo ovelhas ungidas, é porque está faltando óleo na vida do pastor.

“É como o óleo precioso sobre a cabeça, que desce sobre a barba, a barba de Arão, e que desce à orla das suas vestes.” Salmos 133

Muitas vezes estamos vazios da unção e queremos que a unção venha do povo para nós.
Samuel era um homem diferenciado em todos os sentidos, mas quando ele foi chamado por Deus para ungir Davi, havia acontecido algo diferente na vida daquele homem. “Enche a tua botija e desce até Belém...”  A botija dele estava vazia.

Quando observamos as áreas de atuação do pastor, estamos aptos para conhecer  o estado das nossas ovelhas.

Quando uma ovelha se perde temos a tendência de culpá-la, mas muitas vezes a culpa é do pastor, que não cuidou direito, que não observou a  necessidade dela.  

A ovelha não tem que andar no passo do pastor, mas é o pastor que anda no passo da ovelha.  Se como pastor você está imprime o seu ritmo às suas ovelhas, você irá matá-las.

Como pastores e líderes temos o desafio de cuidarmos, amarmos e zelarmos pelas nossas ovelhas. Que sejamos pastores que tenham cheiro de ovelha e que conheçamos o estado das nossas ovelhas.
Pr Eliatan Oliveira
Edição: Renata G. Santana 

Vestes limpas – Santidade e Unidade

“E ele mostrou-me o sumo sacerdote Josué, o qual estava diante do anjo do SENHOR, e Satanás estava à sua mão direita, para se lhe opor. Mas o SENHOR disse a Satanás: O SENHOR te repreenda, ó Satanás, sim, o SENHOR, que escolheu Jerusalém, te repreenda; não é este um tição tirado do fogo? Josué, vestido de vestes sujas, estava diante do anjo.
Então respondeu, aos que estavam diante dele, dizendo: Tirai-lhe estas vestes sujas. E a Josué disse: Eis que tenho feito com que passe de ti a tua iniqüidade, e te vestirei de vestes finas. E disse eu: Ponham-lhe uma mitra limpa sobre a sua cabeça. E puseram uma mitra limpa sobre a sua cabeça, e vestiram-no das roupas; e o anjo do SENHOR estava em pé.” Zacarias 3:1-59

Somos os sacerdotes dos dias de hoje e temos a autoridade para ministrar da parte de Deus ao povo.  Zacarias observou que satanás se opunha à sua mão direita. A mão direita na Bíblia se refere a conquistas, a resultados, enquanto que  a mão esquerda significa o lado do coração.

Na obra de Deus  o inimigo sempre vai tentar se levantar para tentar impedir os resultados, a colheita, mas repreendemos isso em nome do Senhor Jesus.

Vestes sujas

A autoridade de Zacarias estava sendo ameaçada porque suas vestes estavam sujas. A nossa autoridade pode ser ameaçada, quando o mundo espiritual vê as nossas vestes sujas. As nossas vestes sempre tem que estar brancas, limpas.

As vestes sujas tiram a nossa autoridade. E o que vem a ser vestes sujas? Um pecado não confessado, a infidelidade, o sexo ilícito, adultério, etc.

Temos que tomar posse das vestes de arrependimento, de justiça e de louvor. A mitra (autoridade do sacerdote) não se sustenta em vestes sujas.

Segundo estatísticas 1500 pastores deixam de ser pastores por mês no Brasil – Definitivamente idade, ou tempo de crente, não traz santidade. O que traz santidade é uma vida no altar do Senhor, uma vida quebrantada diante de Deus.

A falta da unidade

A segunda coisa que nos tira a autoridade é a falta de unidade. Precisamos da unidade, porque onde há divisão há brecha. Santidade e unidade nos levarão a uma vida próspera e de sucesso como Corpo de Cristo.
 
“Bem aventurados os limpos de coração, porque Eles verão a Deus!”Mateus 5.8

Bispo Jairo Conqueijo
Sara Nossa Terra BH
Edição: Renata G. Santana

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Série: Meu colega de trabalho é insuportável... Iª Parte


As atitudes do seu colega de trabalho estão interferindo na sua produtividade? Seu comportamento está criando algum tipo de problema para você e seus relacionamentos profissionais? Listei alguns tipos de pessoas difíceis que encontramos diariamente dentro das empresas e como poderemos lidar com elas:

1. Explosivo: esse tipo de pessoa não fica apenas nervosa, ela fica furiosa e explode, como uma criança tendo um ataque histérico. O Explosivo geralmente reage assim porque se sente muito frustrado ou com medo, e essa é a maneira de manter o controle e ele espera resolver as coisas de seu jeito.

Como lidar: uma estratégia é ouvir até o Explosivo terminar de expressar seus sentimentos. Então, quando ele se acalmar novamente, aja como se ele fosse uma pessoa normal e lógica, como se a fúria nunca tivesse acontecido. Essa estratégia pode ser eficiente, porque o Explosivo fica, frequentemente, envergonhado depois de uma explosão.

Se o Explosivo pedir desculpas, aceite-as para ajudá-lo a se sentir melhor. Uma vez que a situação tenha voltado ao controle, ele vai preferir ser visto como uma pessoa responsável, um adulto racional. Então, ajude-o a sentir-se assim, da melhor maneira que você puder e siga em frente, deixando o incidente no passado.

2. Reclamador: está frequentemente se queixando de alguma coisa e culpando pessoas, a organização ou o sistema em geral. Encontra problemas onde eles não existem ou contribui para a criação deles, a fim de que possa reclamar.

Como lidar: não leve essas reclamações muito a sério, uma vez que o Reclamador vai estar provavelmente se queixando mais para descarregar a tensão; ou seja, ele não espera de fato uma ação construtiva resultante de suas reclamações.


Uma boa técnica é usar audição refletiva: com suas próprias palavras, você repete com suas palavras o que ouviu o Reclamador falar. Assim você valida ou toma conhecimento do que ele está dizendo. Você mostra que ouviu e entendeu e demonstra seu respeito por ouvir, não importa se você concorda ou não com as reclamações. Pergunte o que ele poderia querer fazer para resolver o problema e depois encerre a conversa.

Prof. Menegatti é palestrante nas áreas de Vendas, Motivação, Liderança e Inovação. Suas palestras têm como foco direcionar pessoas a despertar ao máximo seu potencial profissional e pessoal. É autor de vários livros e DVD´s, entre eles estão o livro "Talento - É fazer coisas comuns de forma extraordinária" e o DVD "Campeão de Vendas". 




Contatos: www.menegatti.srv.br - palestrante@menegatti.srv.br
Siga-nos: Twitter - @profmenegatti Facebook - professormenegatti

domingo, 27 de maio de 2012

Vida profissional à luz da Bíblia - Os 4 profissionais da Babilônia Corporation


Daniel, Ananias, Misael, Azarias eram jovens israelitas e na época em que viveram existia uma empresa chamada ‘Babilônia Corporation’ que estava dominando todos os mercados. Assim como a Appel, a Microsoft invadem o mercado hoje, na época essa empresa invadia os mercados com o seu exército.

Essa empresa invadiu Israel e procurou  os melhores jovens, os mais capacitados, levando-os  para um programa de Trainne.

O presidente dessa empresa, o rei Nabucodonosor disse a Aspenaz, o chefe de Recursos Humanos: Então o rei ordenou que Aspenaz, o chefe dos oficiais da sua corte, trouxesse alguns dos israelitas da família real e da nobreza;jovens sem defeito físico, de boa aparência, cultos, inteligentes, que dominassem os vários campos do conhecimento e fossem capacitados para servir no palácio do rei. Ele devia ensinar-lhes a língua e a literatura dos babilônios.
Daniel 1:3-4
Está descrito aí um concurso público. Houve então um treinamento. Vieram muitos jovens de Israel, mas desses jovens apenas quatro decidiram não se misturar com as práticas da Babilônia Corporation. Eles assumiram uma postura que hoje, politicamente não é correto.

“Todo mundo trai, todo mundo bebe, todo mundo engana, mas não vamos nos compactuar com isso.”

Aspenaz temeu essa decisão, mas os jovens foram habilidosos e convenceram o RH.

Para não se contaminar com as iguarias da Babilônia, Daniel, Azarias, Misael e Ananias foram habilidosos. 
Isso é política – eles foram altamente políticos. Você tem sido habilidoso ou arrogante?

Em cima da sabedoria que eles tinham, Deus veio e multiplicou essa sabedoria. Deus não capacitou os escolhidos, Ele escolheu os capacitados, os esforçados, aqueles que estudaram que tinham cultura.

Se Deus multiplicar aquilo que você tem feito por 200, a sua vida melhora, ou piora?

No capítulo 2,  Nabucodonosor teve um sonho e chamou todos os  ministros, sábios, para interpretar seu sonho, mas nenhum foi capaz interpretá-lo.

Nabucodonosor decidiu então que mataria a todos, pois não houve quem fosse capaz de  interpretar o seu  sonho. Ainda é assim hoje. Se o funcionário não conseguir interpretar o sonho da empresa ele morre.

Daniel quando ouviu aquele veredito pediu um prazo para o rei e chamou a equipe e levou seus problemas profissionais a Deus. Diante das crises, peça um prazo.

Deus ouviu Daniel e seus amigos, e disse a Nabucodonosor:Então Daniel foi falar com Arioque, a quem o rei tinha nomeado para executar os sábios da Babilônia, e lhe disse: "Não execute os sábios. Leve-me ao rei, e eu interpretarei para ele o sonho que teve". 
Daniel 2:24

Daniel tinha a resposta, ele podia muito bem ter livrado a própria barra e permitido que todos os outros morressem. Mas ele não agiu assim com o seu concorrente. Como você age com os seus concorrentes?

Um inimigo leal é semelhante a um amigo. Trate o seu concorrente com lealdade.

Daniel era um funcionário fantástico, ele queria emprego também para seus amigos. Veja o verso 49: “Além disso, a pedido de Daniel, o rei nomeou Sadraque, Mesaque e Abede-Nego administradores da província da Babilônia, enquanto o próprio Daniel permanecia na corte do rei.Daniel 2:49

Você quer sucesso? Não decida tão rápido, decisões rápidas, geralmente são equivocadas.
No Capítulo 3, o rei Nabucodonosor, decidiu que deveria ser adorado. Mas os amigos de Daniel que tiveram seus nomes trocados para Mesaque, Sadraque e Abdnego, falaram que não podiam seguir essa instrução profissional.

E numa audiência com o presidente da empresa, Nabucodonosor disse: “É verdade, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, que vocês não prestam culto aos meus deuses nem adoram a imagem de ouro que mandei erguer?Daniel 3:14

Será que você não vai ser corrupto, será que você não vai querer que seu concorrente morra... será que você não vai sonegar impostos?” Isso seria muito ofensivo! Foi assim que Nabucodonosor se sentiu – ofendido!

“Agora, porém, quando vocês ouvirem o som da trombeta, do pífaro, da cítara, da harpa, do saltério, da flauta dupla e de toda espécie de música, se vocês se dispuserem a prostrar-se em terra e a adorar a imagem que eu fiz, será melhor para vocês. Mas, se não a adorarem, serão imediatamente atirados numa fornalha em chamas. E que deus poderá livrá-los das minhas mãos? " Daniel 3:15

Sadraque, Mesaque e Abdnego deram uma resposta muito clara: "Ó Nabucodonosor, não precisamos defender-nos diante de ti. Se formos atirados na fornalha em chamas, o Deus a quem prestamos culto pode livrar-nos, e ele nos livrará das suas mãos, ó rei. Mas, se ele não nos livrar, saiba, ó rei, que não prestaremos culto aos seus deuses nem adoraremos a imagem de ouro que mandaste erguer". Daniel 3:17-18 -  Os três jovens ofenderam o presidente.

Infelizmente muitos crentes hoje querem servir a Deus se Ele os livrar da fornalha. Mas Mesaque, Sadraque e Abdnego estavam dispostos a servir a Deus independente d’Ele os livrar ou não.

Esses jovens foram para a fornalha. Você está disposto a ir para a fornalha para não se adequar ao sistema corrupto desse mundo?

Deus honrou a atitude desses jovens e o Senhor não permitiu que eles ao menos ficassem com cheiro de fogo.

O tempo passou e Daniel recebe a notícia que se ele não se prostrasse diante dos deuses da Babilônia, ele iria para a cova dos leões.

Daniel não incomodava as pessoas pela religião que elas tinham, mas ele se definia. Daniel foi para a cova dos leões, mas não negociou a sua fé.

Sempre haverá um anjo na cova dos leões  - às vezes é para fechar a boca dos leões e às vezes para levar a pessoa para o céu. Você está preparado para ir para a cova dos leões?

Como está a sua vida profissional? Não encontraram nada de errado na vida profissional na vida de Daniel – a única coisa que encontraram na vida de Daniel é que ele adorava o Deus de Israel de janela aberta.

Daniel era dedicado, educado, habilidoso, firme e o único ponto ‘fraco’ dele era adorar o Deus Vivo!

Que esse seja também o seu ‘ponto fraco’ – Seja um profissional diferente! Viva pela fé, independente de ser ameaçado de ir para a fornalha ou para a cova dos leões.

Dr. William Douglas
www.williamdouglas.com.br
Edição: Renata G. Santana

sábado, 26 de maio de 2012

Deus está interessado no seu sucesso

Todos conhecem o sucesso caracterizado por fama, dinheiro e poder. Dentro da igreja vemos o sucesso como estar no centro da vontade de Deus.
Há três coisas que precisamos saber sobre sucesso:
1º)Há tipos diferentes de sucesso.
Você precisa saber qual tipo de sucesso você vai focar e investir. Você pode ter diversos tipos de sucesso. Sucesso material, profissional, sentimental, espiritual, etc...
2º) Sucesso tem preço, custa caro, dói, demora e dá trabalhoSe você não pagar o preço do sucesso, você vai pagar o preço do fracasso.
3) Sucesso tem jeito certo de conseguir e jeito errado também
Nesse país quando alguém tem sucesso, os outros ficam com raiva e nas mais diversas áreas é necessário método para conquistar o sucesso.
Há tantas maneiras diferentes de Deus agir que as pessoas ficam confusas. Não podemos chegar até Deus e dizer o que Ele pode fazer ou não. Mas podemos estudar, refletir, para saber como Ele age.
Deus existe, Ele está vivo, Ele não foi embora, Ele está interessado na sua vida... Deus só age na medida que você dá liberdade pra Ele. É claro que algumas coisas Ele nos dá sem que demos liberdade pra Ele, como por exemplo a vida.

Leis do Sucesso
A primeira forma de Deus agir é da forma generalizada
“A chuva cai sobre todos e o sol nasce sobre todos...”
A segunda forma de Deus agir é de forma específica
“Abraão sai da sua terra e da sua parentela...” Algumas coisas Deus fala a todos e outras só para alguns. Deus tem uma intervenção didática, Ele nos ensina a ter sucesso. Na Sua Palavra encontramos o que queremos.
Pode ser que um ateu que pegue a Bíblia e a lê como um livro de sabedoria e a pratique, tenha mais sucesso do que uma pessoa que está na igreja mas não pratica o que nela está escrito.
Veja o exemplo: A Palavra de Deus diz que a palavra branda desvia o furor, mas a dura suscita a ira. Quantas pessoas já perderam seu emprego por terem dado uma resposta atravessada pro chefe?
Existem pessoas utilizando o método errado para conquistar o seu objetivo.
Deus pode agir de forma didática, mas também faz milagres
Os milagres de Deus de uma forma geral obedecem ao critério da intervenção seletiva. Deus geralmente faz milagres com quem tem algo nas mãos. Moisés tinha uma vara nas mãos. Quando Jesus fez o milagre da multiplicação dos pães e peixes, havia um garoto com pães e peixes.
Geralmente Deus faz milagres com as pessoas que estão trabalhando. Mas também faz milagres no critério da intervenção misericordiosa. Foi o caso do cego que foi curado quando Jesus passou lodo nos seus olhos.
Essa conversa de que Deus não escolhe os capacitados, Ele capacita os escolhidos é conversa de crente preguiçoso. Na Bíblia sempre encontramos Deus falando para as pessoas trabalharem.
Se você quer ter sucesso em concursos, em maratonas, no seu emprego, etc... siga o que está escrito na Palavra de Deus!
Deus efetua o milagre, mas é necessário que façamos a nossa parte. Sendo assim, estude que Deus é com você. Acorde cedo, que Deus é com você...
O mundo está cheio de oportunidades e para conquistá-las precisamos trabalhar, estudar, nos esforçar!
O sucesso é como uma mesa com quatro pernas, se faltar uma delas, a mesa tomba e o sucesso vai embora. As pernas caracterizam-se pela: energia, inteligência, integridade e relacionamento.
Warrem Buffet citou três pernas: “Quando você procurar alguém para ser seu sócio, procure três qualidades: energia, inteligência e integridade.”
O quarto pilar é o do relacionamento. Precisamos aprender interagir com o próximo de maneira saudável.
Deus fará milagres na sua vida, mas faça a sua parte, não fique contando com o milagre, deixando de seguir os conselhos da Bíblia.
E desceu a chuva, e correram rios, e assopraram ventos, e combateram aquela casa, e caiu, e foi grande a sua queda.”Mateus 7:27-28
Se você quiser construir sua vida profissional sobre a areia, será uma moleza, mas a sua casa não aguentará a chuva do mercado. A escolha é sua.
“Porque, como imaginou no seu coração, assim é ele. Come e bebe, te disse ele; porém o seu coração não está contigo.
Provérbios 23:7
Como você se imagina, será a sua vida! O que as pessoas lembram quando falam no seu nome? Tenha foco (João 12.24) , planejamento, dedicação, coragem. A Bíblia fala que os valentes adquirirão riquezas.
Jesus o homem mais sábio que já existiu disse: “O grão para dar fruto tem que morrer!” O que você está sacrificando, o que você está deixando de ganhar...? Ninguém passa em concursos sem perder muita coisa boa. Construa seu futuro sobre a rocha!
Escolha as suas companhias
Fui contratado pela maior rede de ensino do país, sabe por quê? Eu tenho um bom nome!
Ref: I Co 15.33
Se você andar com pessoas que estão construindo sobre a areia, você ficará igual. As más companhias dão mau exemplo. Você pode escolher como será o seu futuro!
“Tudo o que o homem semear, isso também ceifará...” isso vale para todas as áreas da vida. Você tem a escolha do que irá semear, mas não tem a escolha do que irá colher.
Tudo isso resumo em duas leis:
1) Assim como você gostaria que fizesse com você, faça você com os outros
2) Escolha o que você quer colher
Se você multiplicar o que tem feito hoje por 200, onde você estará no futuro? Pare de semear o que você não quer colher!
Existe um Deus vivo, apaixonado por você que deseja que você tenha sucesso em todas as áreas, para isso Ele te mandou o manual e quando Ele acha por bem , Ele faz milagres!
Dr. William Douglas
Edição: Renata G. Santana

quinta-feira, 24 de maio de 2012

O profissional de saúde e o mercado coorporativo


Muitos são os profissionais da área de saúde que não conseguem exercer sua profissão. Dentre as profissões que enfrentam grandes dificuldades destacam-se a Fisioterapia, Fonoaudiologia e Enfermagem. Isso ocorre devido à falta de políticas públicas adequadas, desconhecimento da função e desvalorização das profissões.

Nesse artigo pretendo despertar o profissional de saúde para o mercado corporativo relacionado à saúde. Embora na maioria das vezes nossas formações acadêmicas estão tecnicamente completas para exercermos com segurança nossa profissão, o lado empreendedor do profissional de saúde encontra-se deficitário.

Não somos formados para enxergamos oportunidades presentes no mercado corporativo, no tocante a saúde, que movimenta milhões de reais em nosso país e carece de mão de obra qualificada.

Indústrias de equipamentos médicos, materiais hospitalares e farmacêuticas abrem inúmeras oportunidades de trabalho e preferem profissionais de saúde por já estarem contextualizados com o perfil técnico que determinado produto exigirá no dia-a-dia.  Seja para atuar como responsável técnico do produto, ou como responsável da marca, ou propagandista, ou vendedor do produto.

Essas atividades são bem remuneradas no mercado atual. Multinacionais proporcionam vários benefícios como planos de saúde, previdência privada, auxílio creche, carro fornecido pela empresa, altas premiações, etc.
Essas oportunidades estão diretamente relacionadas com nossas formações e muitas vezes desconhecemos.

Algumas empresas muitas vezes optam por profissionais de outras áreas, sem qualquer identificação técnica com a área, por não terem profissionais de saúde contextualizados para exercerem essas atividades.

Coloco-me à disposição para auxiliá-los nessas oportunidades, caso se identifique com as funções relatadas. Vale ressaltar que o perfil também é fator primordial na identificação para exercer determinadas funções.

Fabiano Morato
Fisioterapeuta Crefito: 14443 LTF
(31) 8658-4104

Setor hoteleiro no Brasil é sinônimo de investimento seguro


Através dos grandes eventos esportivos que estão por vir, a expansão do turismo internacional no país confere amplo destaque aos hotéis, que se tornaram o principal alvo de investidores que buscam nichos diferentes quando a poupança deixa de ser atrativa em virtude dos juros baixos.

Com um investimento de cerca de R$ 7,3 bilhões nos próximos três anos, o setor hoteleiro é um dos que mais vai receber investimentos no Brasil.

Além de sediar os próximos grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, o país tem a seu favor a economia aquecida e uma carência de meios de hospedagem de qualidade. Esse constante crescimento se traduz principalmente em consideráveis mudanças na infraestrutura.

De acordo com o Guia 4 Rodas, principal fonte de consulta para viajantes, Belo Horizonte, uma das cidades-sede da Copa do Mundo, possui, atualmente, 56 hotéis classificados. Sendo metade deles com acomodações regulares, com apenas uma estrela.

Entretanto este número diverge do número divulgado pelo IBGE recentemente, que contempla em seu inventário um número muito maior de hotéis, uma vez que considera qualquer meio de hospedagem como oferta hoteleira, incluindo pensões, motéis e hotéis de 36 cidades vizinhas, que estão a menos de 100 km de BH.

Com este cenário Belo Horizonte teria 105 hotéis, o que é um equívoco, pois se considerarmos acessos como a BR 381, BR 040 e outras, conclui-se que as informações precisam ser revistas, já que ninguém vai correr risco de sair de BH para hospedar em locais pouco recomendáveis.

Segundo Maarten Van Sluys, Executivo e Consultor especializado em hotelaria, esses dados refletem que, apesar de Belo Horizonte ser considerada um importante polo de investimentos, negócios e turismo no Brasil, a cidade precisa de melhorias imediatas na sua infraestrutura e na rede hoteleira. “Basta um evento de médio porte para a cidade lotar, obrigando executivos e turistas a um malabarismo pouco recomendável para uma cidade que pretende ter no turismo um dos seus carros chefes na geração de emprego e renda”, afirma. O Especialista ainda chama atenção para o fato de que até hoje predomina a hotelaria familiar, mesmo a cidade sendo considerada uma metrópole.

Maarten Van Sluys
Development Advisor
JR & MvS Consultoria


Facebook: http://www.facebook.com/mvansluys
Contato: (31) 8755-3754

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Entendendo o amor incondicional de Deus


Vivemos em um mundo onde quem quer vencer não pode errar. Até aqueles que nos amam, por querer o nosso bem, estão sempre nos corrigindo para que sejamos melhores.  Muita gente é incapaz de aceitar aqueles que erram. Exige-se que as pessoas ajam sempre melhor. Daí a mensagem - se não formos perfeitos seremos rejeitados ou condenados.    

Sentimos vergonha das nossas imperfeições por causa dos amigos que riem e nos colocam apelidos. Ninguém é perfeito para os padrões deste mundo.

Um aprende mais devagar, outro não é sarado, magro o bastante; pode ser um nariz avantajado, a orelha abanada, o bumbum arrebitado, o cabelo sarará, os pés grandes ou pequenos demais, dedos tortos, pouco cabelo ou espigado, a voz fina, esganiçada ou estridente, os olhos grandes ou sem cílios longos, sardas, espinhas e cravos - sempre vão achar em nós algo que não é perfeito.

Ainda aprendemos na igreja que Deus nos julga pelos estritos princípios de certo ou errado. Deus sabe e vê cada atitude, segredo, pensamento e palavra que proferimos. E qualquer pecado que cometemos faz Deus virar as costas e nos deixar sozinhos nos removendo de culpa.

Porém, o pecado não leva Deus a deixar de nos amar. Se entendermos que o amor de Deus é incondicional e constante o bastante para nos amar apesar das nossas imperfeições, talvez possamos aceitar e perdoar as imperfeições dos nossos pais, filhos e outros com os quais convivemos. Vamos parar de exigir perfeição das esposas-maridos.

Nem mesmo que façamos tudo certo vamos conseguir controlar os eventos da vida, ou fazer as pessoas nos amarem, ou garantir finais felizes. Pensar assim é uma ilusão completamente destrutiva.


Pr. Silmar CoelhoCasado com Janice Coelho, é pai de Tiago, Filipe, Lucas e Cristine. Doutor em liderança pela Universidade Oral Roberts, Tulsa/ USA. Escreveu vários Best-Sellers. É escritor premiado, músico, compositor e pastor há mais de 39 anos. 

www.silmarcoelho.com.br
Twitter: @silmarcoelho
Facebook: pastorsilmar

terça-feira, 22 de maio de 2012

Vai amanhecer!!!


“E, perto da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam hinos a Deus, e os outros presos os escutavam.
E de repente sobreveio um tão grande terremoto, que os alicerces do cárcere se moveram, e logo se abriram todas as portas, e foram soltas as prisões de todos.”

Atos 16:25-26

Paulo foi um ícone de vitória. Ele tinha os nove dons espirituais e  tinha tanta autoridade espiritual que em dado momento uma cobra venenosa o picou e ele não morreu.

Ele chegou a dizer: “Sede meus imitadores como sou de Cristo!” Nos últimos dias de sua vida ele disse algo assustador: “Combati o bom combate, acabei a carreira e guardei a fé.” E ainda falou que lhe restava    o galardão.                                                       
Existem algumas coisas na vida de Paulo nesse texto que pode servir de aplicação para as nossas vidas nos dias atuais.

1ª lição: Todos nós passamos por dificuldades

Paulo e Silas estavam presos porque pregaram o evangelho e incomodaram os fariseus, eles foram lançados na prisão por causa do evangelho.

2ª lição: As dificuldades nas mãos de Deus se tornam possibilidade de um grande milagre acontecer

Essa dificuldade que você está passando não vai te matar, não vai roubar a sua fé e no fim dessa luta você glorificará o nome do Senhor pela vitória.

Quando Paulo e Silas louvavam os presos os escutavam. Perceba, Deus pode estar querendo alcançar alguém através da sua vida.

Quando eu estava próximo de casar, passei por um sequestro relâmpago, foram momentos difíceis,  o sequestrador devolveu meu carro e numa ligação disse que era  presbítero de uma igreja evangélica.

Talvez você esteja passando por uma dificuldade para que se aproxime mais de Deus. No desconforto Paulo e Silas oravam e adoravam a Deus.

Paulo desafiava a esfera terrena e a espiritual. Apanhando ele cantava com Silas: Aleluia, Aleluia. O diabo quer que as circunstâncias atrofiem sua adoração porque ele sabe que Deus opera o milagre na adoração.

Paulo era um inveterado otimista. Há pessoas que acordam com um mau humor. O pessimista abre a janela vê o sol e pensa: “Hoje vai fazer um calor dos infernos.”

Já o otimista reage ao contrário, ele se levanta, abre a janela  e se o tempo estiver chuvoso  ele pensa: “O mesmo Deus que está mandando essa chuva, vai enviar bênçãos sobre a minha vida.”

Inicie seu dia clamando pela presença de Deus na sua vida!

Tem gente que quer a vitória, mas não ora. Não venha dizer que orar é fácil porque fácil é ir para o shopping, é sair com os amigos. Orar é um exercício de disciplina e abre portas no mundo espiritual.

Algumas vitórias você ainda não alcançou porque precisa desenvolver uma vida de oração. Procure Deus como você nunca procurou e você viverá coisas extraordinárias. Desenvolva o hábito de oração, todos nós em algum momento da nossa vida enfrentaremos um problema maior que nós e precisamos estar preparados.

Perto da meia noite Paulo e Silas oravam e os presos escutavam e de-repente houve um terremoto, as algemas caíram, houve salvação, houve libertação, porque está amanhecendo.

A cura pode não ter chegado ainda, mas vai amanhecer. O emprego tão esperado pode não ter chegado, mas vai amanhecer. Não importa qual problema você esteja passando, ou qual seja o seu anseio – vai amanhecer!

Pr . Marquinhos Menezes
Edição: Renata G. Santana

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Raiva: trabalhando com as emoções...


Se você está irritado, geralmente é melhor colocar sua raiva sob controle, para que você possa expressá-la estrategicamente, de maneira controlada, permitindo que os outros saibam que você está seriamente preocupado e está motivado a tomar uma ação efetiva.

Existem algumas técnicas específicas para controlar a raiva:

Use uma dica pessoal que faça você se lembrar de controlar sua raiva: por exemplo, quando a raiva começar a aumentar, pressione seus dedos ou conte até 10, como um sinal para prestar atenção e pisar no freio. Reserve algum tempo para praticar a associação entre sua dica escolhida e o relaxamento como resposta que você deseja, até que o relaxamento se torne um reflexo condicionado. Então, quando você usar sua dica em uma situação difícil, ela vai funcionar em um nível inconsciente para lhe dizer para relaxar.

Use a autoconversa para dizer a si mesmo que você precisa controlar sua raiva e manter-se calmo: Repita a você mesmo palavras como "Fique calmo, fique calmo".  Você pode fazer isso, mesmo no auge de uma situação difícil, enquanto está sentindo a raiva surgir.


Dê um tempo: assim você pode, serenamente, falar consigo mesmo ou pode esmurrar um travesseiro para extravasar seus sentimentos. Faça o que for necessário para recuperar o controle. Diplomaticamente, peça licença, se necessário, ou adie a discussão com a outra parte até que você se acalme. Então, quando estiver pronto, volte à origem do problema e tente resolvê-lo. Aqui, também, é melhor não tomar nenhuma decisão no calor do momento, quando você está no meio de uma baderna emocional.

Encontre alguma coisa positiva que você goste de fazer: Por exemplo, jogar tênis, caminhar ou ir ao cinema. Direcione sua atenção para essa atividade enquanto sua raiva se dissipa. Uma atividade que você aprecie pode ajudar a dissipar esses sentimentos de uma maneira inocente e até produtiva.

Prof. Menegatti é palestrante nas áreas de Vendas, Motivação, Liderança e Inovação. Suas palestras têm como foco direcionar pessoas a despertar ao máximo seu potencial profissional e pessoal. É autor de vários livros e DVDs, entre eles estão o livro "Talento - É fazer coisas comuns de forma extraordinária" e o DVD "Campeão de Vendas". 


Contatos: www.menegatti.srv.br - menegatti@menegatti.srv.br
Siga-nos: Twitter - @profmenegatti  --  Facebook - professormenegatti

domingo, 20 de maio de 2012

Zelo e paixão por Deus e pela Sua Palavra


"E sucedeu depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que o SENHOR falou a Josué, filho de Num, servo de Moisés, dizendo:
Moisés, meu servo, é morto; levanta-te, pois, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel.
Todo o lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu disse a Moisés.
Desde o deserto e do Líbano, até ao grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus, e até o grande mar para o poente do sol, será o vosso termo.
Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei.
Esforça-te, e tem bom ânimo; porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria.
Tão-somente esforça-te e tem mui bom ânimo, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.
Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido."
Josué 1:1-8

Conta-se uma história que uma grande autoridade visitava uma igreja e tinha um irmão que gritava muito no culto. Muitas vezes ele incomodava as pessoas que estavam próximas. O pastor tentou alertá-lo, mas não alcançou êxito. Um dia uma grande autoridade visitaria a igreja e o pastor alertou esse irmão, para que não gritasse aleluia e escandalizasse a autoridade que nunca havia participado de um culto.

O pastor chegou a prometer ao irmão um par de sapatos para que ele ficasse quieto. O grande dia chegou, o culto foi uma bênção e aquele irmão não se conteve e gritou: "Com sapato ou sem sapato, glória a Deus!" 

Pela nossa natureza nos afastamos de Deus. Colocamos muitas coisas entre nós e o Senhor. Deus permite muitas vezes que aconteçam adversidades na nossa vida para descartarmos o que está entre nós e Ele.

Existem pessoas que ficam enfermas e reconhecem que foi preciso entrarem num hospital para ouvirem a voz de Deus.  Quantas pessoas colocam jogo, negócios, carro, sentimentos, etc,  acima de Deus e esquecem da sua saúde espiritual?

Quem sabe você foi uma pessoa que tinha fé em Deus, se emocionava com as coisas do Senhor e de-repente deixou de trilhar o caminho que Ele preparou pra você?

A Bíblia relata que um dia Moisés, morreu. Nessa terra os diplomas valem muito, mas diante de Deus nada disso tem valor. Todas as pessoas chegarão diante d'Ele e aquele que não tiver Cristo na sua vida será condenado.

Não viva a vida dissolutamente, sem propósito, sem temor de Deus - tudo passa e um dia prestaremos contas a Deus dos nossos atos. 

Agora que Moisés estava morto, Deus queria que Josué se colocasse à disposição do Senhor.

O tempo é o grande inimigo do ser humano. Tenha tempo para Deus - temos que estar disponíveis para o Senhor. Não saia da sua casa sem orar, sem ler a Bíblia. 

Trilhe a sua caminhada na Terra, mas não tenha Deus como uma peça de museu que de vez em quando você passa e olha.

Deus não é acessório, Ele é essencial. Deus não se distancia das pessoas, elas é que se afastam d'Ele. 

Deus disse a Josué: "Dispõe-te, passa esse Jordão..." 

Vemos claramente nesse texto que o Senhor fala com o novo líder para conduzir o  povo à Terra Prometida.

Marido, você deve ser o instrumento de Deus para levar a sua família para a Terra Prometida - não é para você levar bebidas, filmes pornográficos para a sua casa, é para você levar Deus.

Tenha paixão por Deus, pelas coisas do Senhor. Tenha paixão pela igreja, ame sua casa, tenha zelo pelo que tem sido colocado nas suas mãos. 

Houve um tempo na vida de Josué que ele estava prostrado - mas Deus o alertou: "Não to mandei Eu!" Precisou Deus dar uma sacudida nele. "Sê forte e corajoso..."

E assim Josué se levantou! Não deixe nenhuma força maligna derrotar você. Tenha tempo para Deus, zelo e paixão pelas coisas do Senhor, tenha temor de Deus! 

Pr. Jorge Linhares
Edição: Renata G. Santana