segunda-feira, 30 de abril de 2012

III Parte Série Negociação: Escute seu Cliente...


Nas negociações aprendemos escutando e observando. Raramente aprendemos quando estamos falando. Especialistas em vendas dizem que a maior parte dos vendedores fala 80% do tempo e escuta somente 20% do tempo. É difícil escutar enquanto se está falando, por isso os vendedores mais eficientes escutam 80% e falam somente 20%.

Mesmo quando o outro lado está falando, você tende a se concentrar na próxima coisa que vai falar. Assim, escutar de verdade exige um esforço adicional. Veja essas dicas:

Escuta ativa: a escuta ativa, na qual você devolve para o outro lado o que ele(a) acabou de dizer, ajuda você diminuir o processamento e a concentrar a sua atenção no que o cliente está dizendo.

A repetição do que você ouviu usando outras palavras, seguida de uma pausa, muitas vezes oferece a possibilidade do outro lado ampliar o ponto em questão, e compartilhar mais das motivações envolvidas. Se você ficar testando o seu entendimento e compreensão, eles saberão que você está escutando.

Faça perguntas abertas: Em muitos casos, as perguntas mais eficazes são perguntas abertas. Por exemplo:

Por quê?
Por que não?
Como funcionaria, segundo seu ponto de vista?
Que tipo de problemas essa situação criaria para você?

Depois de perguntar, escute de verdade. Quando você começa a fazer propostas, escute as objeções que aparecem. Essas objeções podem lançar luz em interesses que não tinham aparecido anteriormente, e que não estão refletidas nas suas propostas.

Traga um ouvinte: quando você negocia em equipe é útil incluir uma pessoa como ouvinte, alguém que escute cuidadosamente, sem falar, e que tome notas.

Para ler os artigos anteriores desta série sobre Negociação…Acesse:

II Parte Negociação: Justifique sua proposta: http://menegatti.srv.br/index.php/artigos/artigos-anteriores/679-ii-parte-negociacao

I Parte Negociação: Apresente uma proposta: http://menegatti.srv.br/index.php/artigos/artigos-anteriores/675-i-parte-negociacao

Prof. Menegatti é Palestrante em Vendas, Motivação e Liderança. Autor de vários livros e DVDs, entre eles estão o livro "Talento - É fazer coisas comuns de forma extraordinária", CD "O Líder Influenciador" e o DVD "Campeão de Vendas". 

Nosso canal exclusivo no Youtube: www.youtube.com.br/profmenegatti

Contatos: www.menegatti.srv.br - palestrante@menegatti.srv.br
Siga-nos: 
Twitter: twitter.com/@profmenegatti
Facebook: facebook.com/professormenegatti 

domingo, 29 de abril de 2012

Você é diferente!

"E Acabe fez saber a Jezabel tudo quanto Elias havia feito, e como totalmente matara todos os profetas à espada. Então Jezabel mandou um mensageiro a Elias, a dizer-lhe: Assim me façam os deuses, e outro tanto, se de certo amanhã a estas horas não puser a tua vida como a de um deles. O que vendo ele, se levantou e, para escapar com vida, se foi, e chegando a Berseba, que é de Judá, deixou ali o seu servo. Ele, porém, foi ao deserto, caminho de um dia, e foi sentar-se debaixo de um zimbro; e pediu para si a morte, e disse: Já basta, ó SENHOR; toma agora a minha vida, pois não sou melhor do que meus pais." I Reis 19:1-4
Não somos normais porque servimos o Deus sobrenatural e quem serve o Deus sobrenatural não espera dEle coisas pequenas. O profeta Elias realizou sete grandes milagres e foi usado tremendamente por Deus. Ele orava e com sua oração fazia descer fogo do céu.

Quando se encontrou com a viúva, foi o instrumento de Deus para que não faltasse comida na casa da dela. Diz a Palavra de Deus que ela tinha um pouco de farinha e azeite para fazer comida para ela e para o seu filho e assim morressem - Israel passava por um período de fome. Já não chovia há muito tempo. Elias pediu o que ela tinha em sua casa para comer e a viúva deu. Aos aos olhos humanos  isso era uma loucura, mas ela obedeceu e o milagre aconteceu na sua casa.

Elias decretou que não choveria em Israel e durante três anos não choveu. Muitos milagres aconteceram através da vida dele, mas na terra não existem super-homens. A Bíblia diz que no mundo teríamos aflições, mas não precisamos desesperar, porque Jesus venceu o mundo e nós venceremos também.

Com todos os milagres e experiências que Elias vivenciou, ele se deparou com uma adoradora de Baal, Jesabel. Uma mulher atrevida, maligna,  que o desafiou e mandou um recado: "Você vai morrer!" Como homem, Elias teve medo e pediu a morte.

O maior engano dos crentes é pensar que são iguais as outras pessoas e isso não é verdade. Há uma unção, um brilho, algo especial na vida daquele que serve a Deus.

Quando Israel estava no deserto havia uma nuvem que protegia o povo de Deus do calor e uma nuvem de fogo que os aquecia à noite. Porque com aquele que é do Senhor as coisas funcionam de maneira diferente.

Elias enfrentou os 450 profetas de Baal e  agora estava fugindo por causa de um bilhete. Coisas pequenas, destroem a vida de muitas pessoas. De gota em gota o copo se enche. Se Elias queria morrer era só ele se entregar, mas ele pediu a morte para Deus.

Ele estava com depressão aguda - a doença do século. Quando uma pessoa está com depressão o primeiro sintoma que se manifesta é a pessoa não querer mais se levantar, não querer mais viver.

"E deitou-se, e dormiu debaixo do zimbro; e eis que então um anjo o tocou, e lhe disse: Levanta-te, come. E olhou, e eis que à sua cabeceira estava um pão cozido sobre as brasas, e uma botija de água; e comeu, e bebeu, e tornou a deitar-se." 1 Reis 19:5-6

Elias comeu o pão, bebeu água e voltou a deitar, ele continuou depressivo. Existem crentes que vão a igreja se alimentam da Palavra de Deus e continuam a fazer coisas erradas, continuam a pecar.

"E o anjo do SENHOR tornou segunda vez, e o tocou, e disse: Levanta-te e come, porque te será muito longo o caminho." 1 Reis 19:7

Não se entregue, não se renda, não tropece nas pequenas pedras. Às vezes uma pequena situação diante de tudo que você está enfrentando pode fazer com que você tome uma atitude de acabar com seu casamento, com seu ministério, etc.

Coma do pão, beba da água, porque sua jornada é longa, podem vir até algumas lutas na sua frente, mas você as vencerá em nome de Jesus.

Decisões decidem destinos. Tome a decisão de prosseguir firme com Jesus, não se entregue diante das dificuldades, porque com o Senhor as coisas são mais facéis.

Pr. Jonas Vilar
Edição: Renata G. Santana

Verdadeiramente amamos a Deus?

Se amarmos a Deus todas as coisas cooperaram para o nosso bem, até mesmo a perda de um emprego, a batida de um carro, etc...

"Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daquele que são chamados segundo o seu propósito!" Romanos 8.28

Esse texto é desafiador! Será que amamos a Deus verdadeiramente? Será que não O amamos apenas da boca pra fora? Muitos citam o nome de Deus, falam em Deus, mas esse amor que professam, será que é real?

Conheço pessoas que vieram a igreja porque queriam obter algum tipo de benefício, e depois que conseguiram não voltaram mais na igreja.

Se amamos a Deus e andamos nos seus caminhos e nos acontece algo que aparentemente é ruim, pode ser que essa situação seja um livramento de Deus.

Se verdadeiramente amamos a Deus, as coisas ruins que nos acontecem podem ser transformadas em grandes bênçãos.

Muitas pessoas têm uma visão de que todas as religiões são boas, o que não é verdade. Há religiões que destroem a vida das pessoas. Que as isolam, que deturpam valores salutares a vida humana. Há religiões que pregam o suícidio, que pregam a destruição do outro. Quem fala que todos os caminhos levam a Deus está errado. Só Jesus é o caminho, a verdade e a vida.

Algumas pessoas na Bíblia não amaram a Deus

Judas
Judas resolveu vender Jesus e trocá-lo por moedas de prata - o dinheiro é bom quando é dominado, quando o dinheiro nos domina ele é destruídor. Há pessoas que não podem ter dinheiro que se tornam soberbas.

Judas descobriu que o dinheiro não trazia a paz e o seu final foi a forca, o inferno. As coisas não cooperaram para o bem de Judas, porque ele não amou a Deus.

O filho pródigo
As coisas não cooperaram para o bem do filho pródigo, porque ele não amou a Deus, não amou andar nos caminhos do Senhor e voltou destruído, maltrapilho, sujo. Na hora que ele se lembrou do pai, na hora que o amor dele brotou por Deus, ele passou a receber o cuidado do Senhor.

Existem pessoas que na hora da prova dão as costas pra Ele, diferentemente de Jó que na hora da prova disse: "Eu sei que o meu redentor vive!" O nosso amor a Deus tem que ser maior que as circunstâncias!

Sansão
Somos eternos e por isso temos que ter zelo e temor com as coisas de Deus. Sansão vivia uma vida que os outros falavam de Deus pra ele, mas logo que se tornou juíz, após ter uma decepção com sua esposa, se entregou aos prazeres das mulheres ímpias. Conheceu Dalila e brincou com o pecado.

Tudo que Sansão desfrutou no pecado não contribuiu em nada para uma vida de sucesso, de paz, de alegria na vida dele, porque ele não amou a Deus. O fim dele foi a humilhação e a morte junto com os filisteus.

Se vivermos uma vida séria diante de Deus, no momento certo, Deus efetuará o livramento diante das situações difíceis.

No desespero da humilhação, Sansão clamou a Deus por uma chance de partir dessa terra de cabeça erguida. Deus deu a ele a chance de matar os filisteus, mas suas vistas não foram restituídas. Existem coisas na nossa vida que nunca mais recuperaremos.

Davi
Davi falava que amava a Deus, mas um dia ele cedeu ao pecado, deitou-se com Bate-Seba, uma mulher casada, proíbida para ele. E pior do que deitar-se com ela, foi matar seu amigo Urias, para ficar com a mulher dele.

À partir daquele pecado, Davi tornou-se outra pessoa, porque a mão de Deus pesou sobre ele.

A Bíblia diz: "Esse povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim!"

Existem algumas situções que poderíamos agir com traição e aparentemente saírmos ilesos. Mas quando o nosso temor a Deus fala mais alto que as nossas vontades, que os nossos desejos, o amor que temos pelo Senhor se manifesta e Ele nos honra.

Algumas pessoas por amor a Deus não pecaram


José
Ele não foi para a cama com a mulher de Potifar, por causa de Deus. Ele foi humilhado, preso, mas no momento oportuno Deus o exaltou. Não divida seu coração, quando amamos a Deus Ele nos exalta.

Mesaque, Sadraque e Abdenego
O rei Nabucodonosor fez uma estátua dele para ser adorado. Seus amigos se negaram a prostrar-se diante dela e Deus manifestou-se a eles na fornalha.

Daniel
Recusou-se a adorar o Deus dos medos e persas e por isso foi jogado na cova dos leões e o Senhor se manifestou a ele naquela cova. Daniel saiu ileso, foi honrado pelo rei Dario e seus inimigos devorados pelos leões.

Maria
"A minha alma engradece ao Senhor e o meu espírito se alegra em Deus meu salvador."

José sabia que se Maria fosse descoberta grávida seria apedrejada, em nenhum momento ela blasfemou contra Deus, e o Senhor a honrou. José, reconheceu a obra de Deus na vida de Maria, casou-se com ela e Maria é a mulher mais respeitada em todo o mundo.

Outras referências: Mateus 22.34/ I João 2.15/ Salmos 100.2, 3 4,5/ João 14.23,24.

Pr. Jorge Linhares
Edição: Renata G. Santana

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Somos dignos do amor de Deus!


A maioria interpreta a mensagem do Evangelho de maneira errônea. Pensa que Jesus veio para condenar, criticar pecadores e mostrar quão longe eles estão da salvação.


 Da mesma forma que não entendem os pais quando os corrige, acham que eles estão contra os filhos, quando na verdade, eles querem o melhor para eles. 


Quando corrijo meus filhos e lhes chamo atenção é porque os amo mais do que tudo e não quero que no futuro eles olhem para trás com desapontamento. Não quero que olhem para o passado e digam para si mesmos, "Eu poderia ter sido ou ter feito o seu melhor".


É verdade que Deus condena os pecados. Ele não se agrada quando mentimos ou ferimos alguém. Mas Deus também nos amou de tal maneira que deu o seu único filho para lavar e perdoar nossos pecados, para curar o desapontamento que carregamos dentro de nós por não fazer o que acreditamos ser correto, e nos levar a plena felicidade.


A mensagem do evangelho não é que somos tão errados que merecemos morrer, mas muito mais que, apesar de todos os nossos constantes e horrendos erros, Deus nos diz que somos dignos do Seu amor.


Deus me diz que que sou amado. Eu lhe basto. Não preciso fazer nada para ser amado por ele. Não preciso ser perfeito para que Ele me ame. Não preciso orar, ler a Bíblia, ou frequentar a igreja como um louco ou um fanático para ser amado por Ele. Eu lhe basto. 


Só por Deus ter me criado, só por ter nascido, só por ser um ser humano, só por existir, sou amado por Deus. Eu lhe basto.


Muitos carregam um eterna culpa dentro de si. O medo de não ser bom o bastante, a visão da sua imperfeição. Eu não. Não sou perfeito, mas Deus me ama como sou. Não sou o melhor que posso ser, mas Deus me ama como sou. Esse descobrimento me cura, me ajuda a prosseguir, me faz querer ser melhor.


Pr. Silmar Coelho
Casado com Janice Coelho, é pai de Tiago, Filipe, Lucas e Cristine. Doutor em liderança pela Universidade Oral Roberts, Tulsa/ USA. Escreveu vários Best-Sellers.  É escritor premiado, músico, compositor e pastor há mais de 39 anos. 


www.silmarcoelho.com.br
Twitter: @silmarcoelho
Facebook: pastorsilmar

terça-feira, 24 de abril de 2012

O pai do menino surdo e mudo


 Ref: Marcos 9.17-25

“... tudo é possível ao que crê... espírito sujo e mundo sai dele e não entres mais nele.”

Quando trouxeram esse rapaz surdo e mudo para Jesus, Ele perguntou a quanto tempo o rapaz estava sofrendo e o pai do menino respondeu que desde a infância.

Por que Jesus fez essa pergunta? Porque Deus se importa com o momento que estamos vivendo e com o  tempo estamos sofrendo.

Jesus entrou na história dessa família para colocar um ponto final na derrota e  iniciar  um tempo de vitórias. 

Existem muitas pessoas sofrendo derrotas em várias áreas da vida há anos.  É muito ruim quando a pessoa está lutando há muito tempo com um problema. Ela começa a vencer em alguma área e de - repente acontece algo e dá tudo errado. 

Satanás quer que nos acostumemos com as coisas ruins. Se há alguma situação ruim que vem se arrastando na sua vida ao longo dos anos, saiba que Jesus quer trazer libertação a sua vida!

A Bíblia nos conta o tempo de sofrimento de alguns personagens bíblicos para que  saibamos que a nossa vitória também chegará  e romperá na nossa vida!

Ref: Isaías 10.27 – Parece que Deus marca o dia e a hora do nosso milagre!

Algumas lições importantes:

-  Esse homem tinha um problema com seu filho desde a infância e ele era persistente

Ele procurou a solução para o problema do seu filho e enquanto não conseguiu, ele não desistiu. O pai desse menino não se conformou com a situação adversa. Saiba que qualquer coisa que você estiver passando,  pode ser revertido por Deus!

- O homem disse a Jesus: “Senhor se Tu podes fazer algo, faça!”

Mas a questão não era se Jesus tinha poder para fazer alguma coisa, a questão era se o homem tinha fé para ver seu filho ser curado. 

Há pessoas tão negativas que conseguem colocar dois nãos numa frase só. “Eu acho que não vai dá não!’ “Acho que não vou conseguir não.” Tenha uma fé positiva!

A Bíblia diz que aquilo que tememos nos sobrevém. Se você desperta a fé em Deus acontecerá coisas boas na sua vida. Mas se você tem uma fé negativa a respeito das circunstâncias, você receberá coisas negativas!

- Aquilo que está fora do nosso controle, não está fora do controle de Deus

Esse homem lutou vários anos com seu filho, a família toda sofria o impacto daquele problema. Mas quando o rapaz viu Jesus, logo caiu no chão e  o demônio se manifestou prostrado.

Você pode estar vivendo uma situação em que tudo fugiu ao seu controle, mas quando você colocar essa situação diante do Senhor, o milagre acontecerá e o demônio que controlava a situação vai ter que cair por terra.

-Quando Jesus entra na nossa vida, Ele transforma a nossa vergonha em honra

Aquele menino foi liberto na frente de todos. Pode ser que você esteja sendo humilhado por ser um cristão. Quem sabe estão te afrontando, colocando em dúvida a sua fé? Saiba que o milagre acontecerá na sua vida na frente de todos e o nome do Senhor será glorificado!

- Jesus disse aos demônios que nunca mais entrassem na vida daquele rapaz

O Senhor coloca um ponto final no seu sofrimento, nunca mais você sofrerá essa humilhação, essa situação de vergonha. Leve o seu problema, o seu sofrimento aos pés de Jesus e Ele fará por você o que ninguém pode fazer!


Pr. Cristian Oliveira
Edição: Renata G. Santana

O décimo segundo apóstolo - Vale a pena ser fiel!

"Porque no livro dos Salmos está escrito: Fique deserta a sua habitação, E não haja quem nela habite, Tome outro o seu bispado.

É necessário, pois, que, dos homens que conviveram conosco todo o tempo em que o Senhor Jesus entrou e saiu dentre nós, começando desde o batismo de João até ao dia em que de entre nós foi recebido em cima, um deles se faça conosco testemunha da sua ressurreição.

E apresentaram dois: José, chamado Barsabás, que tinha por sobrenome o Justo, e Matias.
E, orando, disseram: Tu, Senhor, conhecedor dos corações de todos, mostra qual destes dois tens escolhido, para que tome parte neste ministério e apostolado, de que Judas se desviou, para ir para o seu próprio lugar.

E, lançando-lhes sortes, caiu a sorte sobre Matias. E por voto comum foi contado com os onze apóstolos." Atos 1:20-26

O critério que os apóstolos escolheram para escolher Matias foi ele ter estado com Jesus durante todo o tempo, foi ele ter sido fiel.

Na igreja sofremos uma crise de fidelidade muito grande. Há uma gama de pessoas querendo ser Moisés, Josué, e não vemos ninguém querendo ser parecido com Matias.

As pessoas tendem a valorizar mais o talento do que é o caráter. Matias é o símbolo puro de que Deus está de olho em pessoas que possuem caráter, que são fiéis.

Há lugares que só chegamos através da fidelidade. O fiel está sempre sendo preparado para chegar num lugar de honra.

Judas traiu Jesus, Deus colocou outro no lugar dele. Com Judas ou sem Judas o plano de Deus se cumprirá. O fiel se manifesta na hora que a infelidade se manifesta.

A infidelidade nos faz perder o que o Senhor tem para a nossa vida! Para um pastor dar um cargo de confiança para alguém na igreja é necessário atestar que essa pessoa é fiel!

O pastor não pode barganhar cargos, se assim fizer, terá problemas. O critério principal de um ministério abençoador é a fidelidade.

A primeira característica que observamos em Matias é a humildade
Todo fiel é humilde! Matias viu Jesus dando poder aos discípulos e não cogitou o por que de não ter recebido esse poder. E continou seguindo a Jesus.

Uma das características de uma pessoa madura é ver uma pessoa recebendo o que ela gostaria de receber e celebrar juntamente com quem recebeu.

Se você conseguir se alegrar com a vitória do seu irmão, quando a sua vitória chegar, Deus levantará pessoas para se alegrar com a sua vitória também.

A segunda lição sobre Matias é a originalidade
Seja feliz com o que Deus o chamou pra ser. Quem nasceu pra ser Matias, não nasceu para ser Pedro. Deus nos usa do jeito que somos, não precisamos copiar ninguém. Seja original!

Não se sinta frustrado se o seu ministério é menor que o de outra pessoa. Deus precisa de pessoas na igreja que não são conhecidas. O seu ministério não pode ser medido por aquilo que as pessoas dizem ser grande.

Proeminência não é mesma coisa que importante. Às vezes o que está escondido é que é a força motriz da igreja.

A terceria lição sobre Matias é que ele não se fazia de vítima

Ele seguia a Jesus se Ele chamasse por ele ou não. Uma das coisas que o pastor mais gosta de ouvir de uma ovelha é: "Pastor pode contar comigo!" Matias era assim!

Quando Jesus pregava à beira do mar, havia um barquinho sempre o esperando. Na hora que a multidão o apertava ele ia para o barquinho e vemos na passagem bíblica que os discípulos entravam no barco com Jesus. "Entrando os doze no barco..." Matias estava sempre por perto e em seu coração não havia lugar para vitimização, porque ele era fiel a Deus não aos títulos ou benefícios que poderiam conseguir estando perto de Jesus e dos seus discípulos!

O fiel precisa confiar na agenda de Deus e a expectativa dele é que o Senhor tem algo preparado para sua vida. Matias não ouviu uma promessa de Jesus no tocante ao ministério e a expectativa dele não era ser um apóstolo mas era o que Deus tinha pra ele, porque o fiel é surpreendido com o melhor de Deus.

Pode ser que para você que é fiel, seja mais um dia, mas para Deus é o dia da sua promoção, o dia de matar o gigante 'Golias'!

Mais importante do que como começamos é como terminamos. Muitas vezes começamos anônimos. Matias começou anônimo, imagino que na hora da escolha do décimo segundo apóstolo, Matias nem imaginasse o que o esperava. E Pedro manda chamá-lo e diz que ele era o décimo segundo apóstolo. Sabe por que? Matias era fiel!

Pr Cristian Oliveira
Edição: Renata G. Santana

segunda-feira, 23 de abril de 2012

IIª Parte: Negociação - Justifique sua proposta...


Apesar do exemplo de Thomas Edison, citado no último artigo, é bom lembrar que quando se tem informações, considerar seriamente a possibilidade de fazer a primeira oferta é fundamental.
A implicação óbvia: você precisa estar preparado para justificar o preço que está pedindo. As pessoas têm maior probabilidade de cederem ao seu pedido, se você oferecer uma explicação plausível, em vez de simplesmente pronunciar um número.
De fato, o "por quê" que se segue ao número pronunciado tem um papel psicológico muito importante, um motivo, qualquer motivo, ajuda.
Um estudo realizado em uma biblioteca fazia com que uma pessoa abordasse outras pessoas que estavam em uma grande fila para fazer cópias. Quando essa pessoa dizia: "Com licença, eu tenho cinco páginas. Posso usar a copiadora?", 60% das pessoas concordavam.
Quando a pessoa deu um motivo "Com licença, eu tenho cinco páginas. Posso usar a copiadora, porque estou com muita pressa”? A aceitação do pedido subiu para 94%.
É claro que argumentos plausíveis tendem a funcionar muito melhor que argumentos fantasiosos, porém ambos funcionam melhor que simplesmente jogar um número na mesa.
Prof. Menegatti é considerado um dos maiores conferencistas no desenvolvimento do potencial humano e um expert em desempenho de alto nível. 
Palestrante em Vendas, Motivação e Liderança. É autor de vários livros e DVD´s, entre eles estão o livro "Talento - É fazer coisas comuns de forma extraordinária", os DVDs "O Líder Influenciador", DVD "Campeão de Vendas", e o DVD "Administração de Conflitos".
Twitter - @profmenegatti
Facebook: facebook.com/professormenegatti

domingo, 22 de abril de 2012

Atire as 'flechas' corretamente!



"E Eliseu estava doente da enfermidade de que morreu, e Jeoás, rei de Israel, desceu a ele, e chorou sobre o seu rosto, e disse: Meu pai, meu pai, o carro de Israel, e seus cavaleiros!

E Eliseu lhe disse: Toma um arco e flechas. E tomou um arco e flechas. Então disse ao rei de Israel: Põe a tua mão sobre o arco. E pós sobre ele a sua mão; e Eliseu pôs as suas mãos sobre as do rei. E disse: Abre a janela para o oriente.

E abriu-a. Então disse Eliseu: Atira. E atirou; e disse: A flecha do livramento do SENHOR é a flecha do livramento contra os sírios; porque ferirás os sírios; em Afeque, até os consumir. Disse mais: Toma as flechas. E tomou-as. Então disse ao rei de Israel: Fere a terra. E feriu-a três vezes, e cessou. Então o homem de Deus se indignou muito contra ele, e disse: Cinco ou seis vezes a deverias ter ferido; então feririas os sírios até os consumir; porém agora só três vezes ferirás os sírios."
2Reis 13:14-19

Tão importante quanto vencer é continuar vencendo. Não adianta você vencer uma investida de satanás e depois não vencer mais. Uma vitória não faz a sua vida, nem uma derrota. Diante de uma derrota é necessário começar tudo de novo, é necessário renúncia, é necessário esquecer o passado.

Muitos cristãos vencem uma adversidade e depois começam a entrar num declínio.

Para alguns vir a igreja não tem mais graça, a pessoa entra num estado de derrota e perde o prazer de vir a casa de Deus!

Há pessoas que vencem o pecado por um tempo e depois tropeçam novamente! Elas não são contínuas no propósito e logo caem.

Coisas simples que Deus fala através da Sua Palavra muitas vezes nos impedem de receber a bênção. O rei Jeoás pode ter achado que o profeta estava esclerosado, que era uma mania de velho pegar o arco e atirar as flechas. Diante da atitude do rei o profeta ficou irritado com ele.

Talvez você entrou na igreja e começou a vencer os obstáculos da vida e porque venceu um pouco, parou de persistir em vencer mais e por isso nunca atingiu o limite que deveria atingir.

Não sei se você parou de atirar as 'flechas', se acomodou-se com algumas vitórias, se está tentando escondeu algo, mas a única coisa que precisamos fazer é obedecer a Deus e acreditar no que Ele está falando através da Sua palavra ainda que aos nossos olhos seja algo absurdo.

Ref: I Sm 15.2

Não era para Saul ser um mau exemplo. Ele utilizou mau as flechas que Deus deu a Ele. Se coloque no lugar de Saul - Deus o mandou matar tudo: ovelhas, homens, mulheres e crianças e o rei. Saul obedeceu em quase tudo, ele preservou a vida do rei.

Saul estava satisfeito com vitórias parciais, ele se satisfez com algo que não satisfazia a Deus. Nunca fique satisfeito com o que desagrada a Deus. Saul perdeu a oportunidade de ter o que já era dele, porque a vitória parcial falou mais alto do que aquilo que Deus tinha para a vida dele. Queira ter a plenitude da vitória de Deus para a sua vida!

Atirar as 'flechas' pode ser perdoar, ou até mesmo romper com uma amizade, terminar um noivado - é melhor terminar um noivado do que terminar um casamento.

- Pegue as 'flechas' que Deus te deu e atire-as no local onde Deus está direcionando você! (Is 1.19)

- Atire sempre em direção a vitória

No percursso da sua caminha cristã haverão pessoas que tentarão minar a sua fé e desviá-lo do foco. Mas para recebermos grandes vitórias não podemos ser covardes.

O corajoso não depende de uma pessoa para ouvir Deus, o corajoso depende apenas de Deus.

- Acredite no profeta

Existem pessoas que querem a ajuda do pastor, mas não ouvem o que o pastor diz. "Crede em mim e estareis seguros, crede nos meus profetas e prosperareis." Qual é a voz que você ouve na hora da dúvida?

"Há pastor, meu pastor está velho, está a beira da morte..." Mas o espírito do profeta está vivo. Quem sabe suas vitórias estão sendo parciais por causa das pessoas que você ouve? Quem sabe você resolveu ouvir o seu coração ao invés de ouvir o que Deus quer ministrar a sua vida através da vida do seu pastor.

Três coisas nos fazem acreditar no profeta

1) Ele é autoridade de Deus na Terra.

2) Ele sabe atirar as 'flechas' ainda que esteja velho ou doente.

3) Ele se alegra com as vitórias das ovelhas.

As flechas podem ser os dons, talentos, que Deus nos dá e precisamos atirar essas flechas corretamente - quando Deus te der uma oportunidade agarre-a, e se Ele fechar uma porta, dê glória a Deus, mesmo que seja uma grande porta, porque os caminhos de Deus não são os nossos caminhos.

Pr. Paulo Henrique (Cruzeiro - SP)
Igreja Evangélica Palavra Eterna
Edição: Renata G. Santana

quarta-feira, 18 de abril de 2012

O que é santidade?

Temos uma ideia completamente errada do que é santidade. A maioria acha que santidade é alguma coisa que você só encontra quanto mais você nega, rejeita, e se abstém das alegrias, prazeres e coisas boas da vida. Não! Definitivamente não.

Santidade não vem com isolamento, muitas vezes isolamento gera orgulho, solidão, religião que depende das obras e não da graça e amor de Deus. Santidade não nega a vida, pelo contrário, a santifica, a faz bela, a faz sagrada.

Santidade também não vem com a ausência ou rejeição do prazer. Santidade não destrói ou anula o prazer, ela o controla, o faz glorificar a Deus que o criou, o faz respeitar o outro, sem usar o prazer de forma egoísta ou maligna.

Santidade o faz humilde, sem humilhá-lo; o apequena enquanto o engrandece, mortifica a carne, mas beneficia o corpo, fortalece o espírito sem destruir a vida, o arranca do mundo, mas não teme a vida, consagra o prazer, enxergando sua beleza e valor.

Santidade o faz consagrado, mas não fanático. O afasta do mundo, mas não o leva a esquizofrenia. Muda seu estilo de vida, mas não o conduz a esquisitice. O faz abandonar comportamentos, mas não condenar pessoas; amar a vida, não fugir dela.


Pr. Silmar Coelho
Casado com Janice Coelho, é pai de Tiago, Filipe, Lucas e Cristine. Doutor em liderança pela Universidade Oral Roberts, Tulsa/ USA. Escreveu vários Best-Sellers.  É escritor premiado, músico, compositor e pastor há mais de 39 anos. 

www.silmarcoelho.com.br
Twitter: @silmarcoelho
Facebook: pastorsilmar

terça-feira, 17 de abril de 2012

Viva uma vida que vale a pena ser vivida!

"E, ouvindo eles isto, enfureciam-se em seus corações, e rangiam os dentes contra ele.
Mas ele, estando cheio do Espírito Santo, fixando os olhos no céu, viu a glória de Deus, e Jesus, que estava à direita de Deus;


E disse: Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem, que está em pé à mão direita de Deus.
Mas eles gritaram com grande voz, taparam os seus ouvidos, e arremeteram unânimes contra ele.
E, expulsando-o da cidade, o apedrejavam. E as testemunhas depuseram as suas capas aos pés de um jovem chamado Saulo.

E apedrejaram a Estêvão que em invocação dizia: Senhor Jesus, recebe o meu espírito.
E, pondo-se de joelhos, clamou com grande voz: Senhor, não lhes imputes este pecado.

 E, tendo dito isto, adormeceu. E  Saulo consentiu na morte dele. Atos 7:54-60  e At 8.1"

Há uma pergunta que deve nos acompanhar sempre: Como poderemos  marcar a história, a vida das pessoas?


O grande milagre não é a interferência de Deus nas nossas vidas, mas como vamos viver para Ele!

O texto acima é um texto dramático. Estevão estava sendo apedrejado por pessoas que acreditavam estar fazendo o certo.

No capítulo 6 de Atos, Estevão foi escolhido para ser diácono. No capítulo 7 ele discurssa em prol do evangelho e é apedrejado. Apenas dois capítulos narram a história desse homem, mas são capítulos muito profundos.

Estevão nos ensina como se deve viver a vida. Não importa o tempo que vamos viver, mas como iremos viver a vida!

Há alguns valores deixados por esse homem de Deus:

- Devemos viver a vida cheios do Espírito Santo

Não importa a posição social que você ocupa, o que importa é que você seja cheio do Espírito Santo de Deus - é isso que vale a pena!

"Enchei-vos do Espírito Santo!" Em Atos 2, a Palavra de Deus diz que o Espírito Santo encheu a cada um com a Sua presença.

Deus espera que você viva uma vida cheia do Espírito Santo! Para sermos cheios do Espírito Santo precisamos estar  de joelhos prostrados na presença do Todo Poderoso!

- Não olhe para as pedras

Se você observar o texto, perceberá que a morte de Estevão foi gradativa. Ou seja; foi pedrada após pedrada. Ele disse: "Eis que vejo os céus abertos e o filho do homem está a direita de Deus." Ele olhou para a Rocha que é Cristo por isso não se esquivou de nenhuma pedra!

Pare de ficar olhando para quem despreza e fala mal de você, olhe para Jesus! Não olhe para as pedras, elas virão de vários lugares e direções, olhe para Jesus.

- Não podemos morrer sem perdoar os que nos ferem

Estevão não quis morrer, sem antes perdoar. Ele disse: "Senhor não lhes impute esse pecado." Antes de morrer você precisa liberar perdão a quem te ofendeu e como você não sabe o dia de amanhã, libere perdão hoje.

Perdão nasce na razão e quando fazemos o que é certo pela razão recebemos restauração.

- Não importa o tempo que você viverá, mas viva uma vida tal, que os que estão perto de você serão influenciados pelo seu modo de viver!

Saulo estava ajudando na omissão e consentimento de matar Estevão, mas ele ouviu uma frase que abalou suas estruturas. "Senhor não lhes impute esse pecado."  Jesus falou na cruz do calvário: "Pai, perdoe-lhes, eles não sabem o que fazem!"

Saulo deve ter feito a conexão, porque ele era inteligente. No meio daqueles a quem ele perseguia pairava atitudes de perdão. Quando Jesus disse: "Pai, os perdoe, eles não sabem o que fazem!" A Bíblia diz que os que estavam no golgóta desceram o monte batendo no peito em sinal de contrição, de arrependimento e onde há perdão, há salvação.

A névoa da salvação atingiu Paulo e no capítulo 9 Deus se dirige a Saulo dizendo: "Saulo, Saulo por que me persegues!" e a partir dali sua vida foi transformada!

Em I Co 13 o apóstolo Paulo, escreve que o amor tudo crê, tudo suporta, tudo espera. O amor verdadeiro suporta as pedradas. O choro pode durar uma noite inteira, mas a alegria vem pela manhã.

- Quando você morrer quem receberá o seu espírito?

Estevão sabia que o Senhor Jesus receberia o seu espírito! Ec 3, diz que tudo tem o seu tempo determinado debaixo do céu, há tempo de nascer e tempo de morrer. O que a gente vive é a virgula da existência! Ha uma eternidade nos esperando! Quem vai receber você quando você morrer?

Pr. Reginaldo Martins
Edição: Renata G. Santana

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Negociação Iª parte - Apresente uma proposta

Thomas Edison inventou um registrador de preços "universal" utilizado por muitas corretoras de ações.

Quando Edison ofereceu o seu aparelho pela primeira vez, ele adicionou o tempo e o esforço que havia dedicado à invenção e acabou concluindo que ele merecia US$ 5.000 pelo trabalho. Estava decidido a solicitar esse valor, apesar de saber que aceitaria US$ 3.000.

Quando o presidente da Telegraph Company veio para negociar, Edison estava a ponto de dizer o seu preço. Mas ele não conseguia, disse que "não tinha coragem de pedir uma quantia tão grande”. Edison pediu então que lhe fizesse uma oferta. Ele ofereceu US$ 40.000.

Edison disse que achava “Justa” a quantia.

Muitos dizem que quanto mais alta for a sua oferta inicial, melhor será. Porém, se o cliente percebe a sua oferta como irreal, ela se torna contraproducente; você pode perder a credibilidade e parecer irracional e o cliente pode simplesmente concluir que não quer mais fazer negócio com você e sair da negociação prematuramente.

Então, se você não tem certeza a respeito do preço que o seu cliente aceitaria, considere a possibilidade de fazer uma oferta flexível.

Prof. Menegatti é considerado um dos maiores conferencistas no desenvolvimento do potencial humano e um expert em desempenho de alto nível. Palestrante em Vendas, Motivação e Liderança. É autor de vários livros e DVD´s, entre eles estão o livro "Talento - É fazer coisas comuns de forma extraordinária", CD "O Líder Influenciador" e o DVD "Campeão de Vendas". 

Contatos para palestras: www.menegatti.srv.br - professor@menegatti.srv.br
Siga-nos: Twitter - @profmenegatti  --  Facebook - ProfMenegatti

domingo, 15 de abril de 2012

Volte pra Deus!



"E, tornando em si, disse: Quantos jornaleiros de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome! Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti; Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como um dos teus jornaleiros.

E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou.

E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e perante ti, e já não sou digno de ser chamado teu filho. Mas o pai disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa; e vesti-lho, e ponde-lhe um anel na mão, e alparcas nos pés; E trazei o bezerro cevado, e matai-o; e comamos, e alegremo-nos."
Lucas 15:16-23

Sei o que é sair de casa e o que é voltar pra casa. Esse texto de provérbios fala da relação do pai com o filho. "Dá-me filho meu o teu coração!" É um pai pedindo para ser amado. Amar é mandamento e nem sempre o amor acontece no processo natural. O amor tem que ser executado, processado, investido.

Os pais não são donos do amor de seus filhos. Quando pedimos a alguém aquilo que queremos, é porque não temos ainda o que desejamos.

Se o filho não quiser ele não dá amor ao pai. Ser pai e ser mãe não é garantia de ser amado pelos filhos.
A base primária da expectativa de qualquer pessoa é ser amado. Nossos pais podem nos dar tudo que queremos, mas se não formos amados de nada valerá! As pessoas amadas são pessoas bem resolvidas.

O filho pródigo foi embora porque a vida que ele estava vivendo não o complementava. Antes de sair para onde queremos, já não queríamos estar onde estamos há muito tempo.
O filho pródigo foi viver de qualquer maneira descomprometida, e voltou destruído. Mas é importante entendermos que a volta só acontece quando voltamos para dentro de nós mesmos.

O filho pródigo voltou em primeiro lugar pra Deus - "Pequei contra o céu!"

Em segundo lugar ele volta para o seu pai!
"Pequei contra o céu e contra o meu pai!"


Voltar para a casa do pai foi uma reação da sua volta quando ainda estava no chiqueiro.

Em terceiro lugar ele voltou para dentro dele mesmo. Isso aconteceu quando ele afirmou que era indigno.

Em provérbios está escrito que a herança antecipada é maldição. É como se o filho pródigo estivesse dizendo: "Pai queria que você morresse!"

Depois da experiência amarga que ele sofreu no mundo, a expectativa do filho pródigo era ser percebido, ser visto.
"Vinha ele ainda longe, quando seu pai o enxergou." Não queremos viver uma vida no anonimato visual, queremos ser enchergados. Esse menino viveu uma vida fora dos própositos de Deus e voltou destruído, querendo ser enchergado.

As pessoas nos enxergam mais por aquilo que vestimos do quê pelo que somos. Mas o Senhor não! Ele nos olha, com olhos de amor!

Em 2 Samuel 13, está um dos maiores fracassos do grande rei Davi. Ele proibiu Absalão de olhá-lo e isso durou 5 anos. O rapaz não aguentou e quando o rei olhou pra ele, Absalão se revoltaou e tentou tomar o trono do pai. O fim dessa história foi a morte de Absalão e Davi lamentou amargamente a morte de seu filho.

O Salmo 139 diz: "Os seus olhos me viram ainda informe!"

A segunda expectativa do filho pródigo era receber um olhar de compaixão.

Quem fracassa não precisa de olhares acusadores, precisa de olhares de compaixão. Bartimeu estava à beira do caminho, e gritava: "Jesus filho de Davi, tem compaixão de mim!" E então Jesus parou, e se colocou no lugar dele.

Enquanto olhamos de longe a dor de alguém, apenas contemplamos o seus sofrimento, mas quando tomamos o lugar da pessoa, temos que parar e exercer misericórdia.

A terceira expectativa do filho pródigo era uma demonstração de afeto.

Ninguém precisa de desprezo quando fracassa. Ninguém precisa ser lembrado do que fez de errado, a própria pessoa se mutila. Beijos, abraços e palavras atingem a alma. Quando fracassamos na vida, precisamos de demonstração de afeto.

A quarta expectativa do filho pródigo era ser restituído do que ficou deixou para trás.

O filho pródigo foi restituído nas suas roupas, foi colocado em seu dedo um anel e foi recebido com festa. Quem vai embora, quando retorna quer viver a vida que tinha antes.

Se você trabalha num ministério na casa de Deus e vai embora, quando retorna quer exercer o que fazia antes. Aquele jovem retornou e desejou ter o que desprezou.

Talvez você tenha ido embora deixando pra trás muita coisa e agora esteja sofrendo querendo voltar. Acerte com Deus e volte para dentro de você mesmo. O Senhor realizará os seus sonhos.
Pr. Reginaldo Martins
Edição: Renata G. Santana

No que você se transformou?

Ref: I Crônicas 28. 1-3
"Porém Deus me disse: Não edificarás casa ao meu nome, porque és homem de guerra, e derramaste muito sangue." 1 Crônicas 28:3

Somos o resultado de toda uma experiência vivida e no final da vida observamos também que somos resultado das nossas decisões. Quando não temos clareza nas nossas decisões, satanás permeia a nossa vida para os planos que ele tem pra nós.

Somos a soma de tudo que vivemos e as experiências da vida contribuem significamente na nossa vida, positiva ou negativamente.

Nesse texto observamos que o período da monarquia de Davi estava acabando - Ele já estava velho e num ato de reflexão, chama os líderes para falar da sua experiência com Deus.

Davi foi o oitavo filho de uma família, aos 17, foi visitado pelo profeta Samuel, recebeu o óleo da unção e aquele menino camponês escuta do profeta que seria o rei de Israel. Davi assumiu o reinado aos 30 anos. Ou seja; entre a unção e a coroação foram 13 anos terríveis de humilhação, dor e solidão. Davi foi provado profundamente, foi desprezado por seus irmãos, morou numa caverna, foi perseguido por Saul, ...

Deus nos unge para ser algo, mas só seremos de acordo com a postura que assumirmos. Não existe garantia da 'coroação' porque você recebeu a unção. A 'coroação' depende da sua postura diante de Deus e dos homens.

Davi foi um homem de guerra e dores. Foi desprezado por sua esposa Mical, presenciou um dos seus filhos violentar a própria irmã, chorou a morte de Absalão - o filho que quis matá-lo. (Davi venceu como rei, mas perdeu como pai) Venceu as batalhas lá fora, mas perdeu dentro de casa.

Em seu currículo estão batalhas tremendas vencidas por ele, mas havia um desejo no seu coração que ele não conseguiu realizar - construir uma casa para o Senhor.

Deus não reprova o que queremos fazer pra Ele, mas quem está querendo fazer!

Aquilo que fazemos é aquilo que somos, o que falamos é o que está alojado no nosso coração.

Muitos dos nossos sonhos se concretizam na vida de outra pessoa, porque Deus aprova o projeto, mas quem efetuará esse projeto precisa estar de acordo com o Senhor.

Deus disse não a Davi porque nas mãos dele havia sangue. Entre o coração e a capacitação, Deus fica com o coração - pergunto a você: "Em que você se transformou?"

Davi era um cuidador de ovelhas, se tornou um rei e um rei sanguinário. Todas as guerras que ele travou, ele teve aprovação do Senhor, mas quando Deus nos manda fazer algo, temos que fazer com misericórdia e temor de Deus.

Davi não pôde edificar uma casa para o Senhor porque derramou sangue de mais. O problema não foi ter derramado sangue, e sim, ter derramado sangue de mais.

O sofrimento e as tragédias trazem amarguras as pessoas. Davi lutou guerras, lutou a favor da justiça, e se tornou justiceiro demais. Ele lutou contra o pecado mas, se tornou um fariseu.

As vezes estamos na igreja, mas quando saímos nos afastamos das pessoas que precisam de nós. No que você se transformou determinará o que você realizará ou será impedido de realizar. Não permita que as amarguras da vida o impeçam de construir uma linda história pra Deus!

Deus opera no amor - ame as pessoas!

Muitas vezes pedimos a Deus para mudar a nossa vida, mas Deus nos pergunta:
"Em que você se transformou?"

Quantas vezes agimos como não gostaríamos de agir e nos tornamos insuportáveis? Talvez você se transformou em alguém que Deus não quer que você seja.

Quem sabe as lutas e dores transformaram você em um dominador, em uma pessoa estúpida, intolerante? Talvez você tenha vencido muitas batalhas, mas perdeu todos os seus conflitos interiores!

As lutas muitas vezes direcionam nossas atitudes para caminhos duros!

Antes você tinha prazer em vir a casa de Deus - hoje você não vê a hora de acabar o culto.

Antes você beijava seus pais, os abraçava - hoje você os rejeita!

Antes você falava de Jesus pra todo mundo - hoje você é um cristão 007!

Não permita que as lutas, as amarguras tracem uma trajetória infeliz pra você!

Deus disse a Jesus: "Este é o meu filho amado e n'Ele tenho prazer!" O amor de Deus moveu Jesus até a cruz!

Quando nos afastamos de Deus, nos transformamos naquilo que Ele não quer que sejamos!

No que você se tornou? Que tipo de pai, mãe, filho, marido, esposa, você se tornou?

O amor nos conduz a uma trajetória de vitórias, creia!

Pr. Reginaldo Martins
Edição: Renata G. Santana

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Como acabar com seu casamento!

Orar é importante, mas para restaurar um relacionamento quebrado é preciso mais do que apenas orar.  O coração ferido deve ser reconquistado. E não será fácil. A Bíblia afirma que é mais fácil conquistar uma fortaleza aferrolhada do que o coração fechado. Por isso, faça tudo, tudo mesmo, qualquer coisa, não meça esforços para conquistar quem você ama. Porém, se você não quer a reconciliação, vou lhe dar 15 maneiras de acabar com o relacionamento.

I) Reclame o tempo todo.
II) Discuta por bobagens.
III) Acuse e cobre por cada erro que o outro cometer.
IV) Exponha a sua vida amorosa para todo mundo.
V) Nunca confesse seus erros e exija que o outro confesse os dele, mas jamais perdoe.
VI) Guarde a mágoa por muito tempo.
VII) Escute o conselho de gente infeliz que não acredita no casamento.
VIII) Desista do relacionamento e não faça nada para restaurá-lo.
IX) Cultive a ira, o orgulho e grite.
X) Use qualquer roupa e não se produza para o outro.
XI) Não procure aconselhamento com uma pessoa sábia e de caráter.
XII) Fique depressiva e se feche.
XIII) Nunca declare que você ama e que sente a falta do outro.
XIV) Abandone a igreja e passe a frequentar baladas.
XV) Nunca dê ouvidos aos seus pais.

Não se preocupe o diabo fará o resto. No entanto, se estiver resolvido a divorciar-se, não fique empatando a vida de outras pessoas, procurando conselhos que você não tem a intenção de seguir.



Pr. Silmar Coelho
Casado com Janice Coelho, é pai de Tiago, Filipe, Lucas e Cristine. Doutor em liderança pela Universidade Oral Roberts, Tulsa/ USA. Escreveu vários Best-Sellers.  É escritor premiado, músico, compositor e pastor há mais de 39 anos. 

www.silmarcoelho.com.br
Twitter: @silmarcoelho
Facebook: pastorsilmar

terça-feira, 10 de abril de 2012

Permaneça fiel

"Naqueles dias, havendo uma grande multidão, e não tendo que comer, Jesus chamou a si os seus discípulos, e disse-lhes:Tenho compaixão da multidão, porque há já três dias que estão comigo, e não têm que comer...." Marcos 8:1-9
Fé é a certeza e a convicção de fatos que não se vêem. É algo que somente podemos atribuir a Deus, porque se temos que ter certeza, a nossa certeza tem que estar no infalível e só Deus é infalível!

A fé nos leva desfrutar de um Deus sobrenatural, da soberania de Deu e da Sua bondade. O Senhor nos mantém nessa terra através do seu sobrenatural. Nesse texto de Marcos 8, Jesus estava reunido com a multidão e indentificou uma necessidade: o povo estava reunido há três dias e não havia o que comer.

Eu não sei o que você está passando, mas sempre que levamos ao Senhor as nossas necessidades, Ele nos atende. Na primeira multiplicação dos pães os discípulos não sabiam o que aconteceria e por isso foram até a Jesus para oferecer uma solução: "Mestre despede a multidão, não temos com o que alimentá-la". Já na segunda multiplicação, quem tomou a iniciativa do milagre foi o próprio Senhor Jesus. Há momentos, circunstâncias na nossa vida que o próprio Deus toma a dianteira para nos abençoar!

No verso 2 de Marcos 8, Jesus disse: "Tenho compaixão desta gente..." Jesus demonstrou que estava informado do que estava acontecendo. Deus sabe e conhece o que está acontecendo conosco. Não pense que o Senhor está alheio à sua aflição, ao seu momento difícil!

O desejo de Deus é ver seus milagres se cumprindo na nossa vida e a cada dia temos a oportunidade de viver uma nova vida com Ele!

Jesus teve compaixão da multidão faminta - Ele sempre tem compaixão de nós. Para desfrutarmos do melhor de Deus, precisamos permanecer com o Senhor e com a sua Palavra.

É possível que alguns que estavam no meio da multidão tenham preferido ir embora, mas só recebeu o milagre quem permaneceu firme até o fim. Só se alimentou do milagre quem não foi embora!

Quando permanecemos firmes em meios as lutas, o Senhor nos estende a Sua mão e o milagre acontece!Fomos chamados para propagar as boas novas do Evangelho. Propague o evangelho de Jesus - Evangelista não é o que tem uma microfone na mão, mas sim aquele que coloca pra fora o que Deus pode fazer na vida do ser humano.

O Senhor não nos salvou para ficarmos sofrendo, Ele nos salvou para darmos bom testemunho, para sermos prósperos, porque as pessoas são abençoadas também através do que Deus faz nas nossas vidas.

Se você está passando por lutas, não desespere! Aquele que começou a boa obra, irá continuar.

Daquela multidão, aqueles que saíram antes do milagre foram vistos por Jesus, mas não poderam ser abençoados. Porém, quem ficou foi abençoado, porque só recebe a bênção quem permanece na presença de Deus.

Há muita coisa ruim no mundo, mas Deus quer nos renovar, nos restaurar, e fazer algo novo na nossa vida - permaneça fiel!

Pr. Isaías Figueiró
www.isaiasfigueiro.com.br
Edição: Renata G. Santana

segunda-feira, 9 de abril de 2012

VI parte: CGC - Você usa as ferramentas certas para ouvir seu cliente?

CGC: Comunicação Gerada pelo Cliente...

Antes da internet, a propaganda boca a boca era local e passageira.  O boca a boca on-line, ao contrário, deixa um rastro digital duradouro e possibilita milhões de clientes se comunicarem em tempo real. A boa notícia é que essas conversas podem e devem ser monitoradas pelas empresas e o melhor ainda é que, existem ferramentas gratuitas na internet que podem ajudar a fazer isso, são elas:

WEB: www.google.com.br, 
BLOG: www.blogsearch.google.com.br, 
VÍDEO: www.video.google.com.br e www.youtube.com, 
FOTO: flickr.com.br e www.google.com.br/images.

Uma das ferramentas que achei mais interessante é o Google Alertas -http://www.google.com/alerts. Ao digitar, por exemplo, “Prof. Menegatti” e clicar em “visualizar resultados”, a ferramenta busca todas as atualizações que foram feitas, ou seja, eu sei tudo o que falaram e quem falou. Você poderá acompanhar também a evolução de uma notícia, o que estão dizendo sobre o seu produto, monitorar um concorrente ou um segmento.

O que é importante você saber sobre o que estão falando de você:
Quanto ao Criador: quem é o autor? Ele é uma pessoa de credibilidade? Seus comentários são confiáveis? 
Quanto a Origem: onde os comentários estão sendo publicados? 

Quanto ao Tema: que assuntos específicos estão sendo discutidos? 

Quanto a Opinião: até que ponto as mensagens são favoráveis ou desfavoráveis? 

Quanto a Quantidade: quantos comentários existem a respeito da sua empresa?

Quanto a Abrangência: qual a profundidade da exposição?

Quanto a Rapidez: qual o nível de virulência do assunto ou dos comentários?

A quantidade de informações mensuráveis na web é quase ilimitada, mas nem tudo o que é mensurável tem valor. As empresas precisam se concentrar na Comunicação Gerada pelo Cliente referente a essas perguntas, pois essas informações servem como base para as melhores decisões em todos os aspectos da organização.

Prof. Menegatti é considerado um dos maiores conferencistas no desenvolvimento do potencial humano e um expert em desempenho de alto nível. Palestrante em Vendas, Motivação e Liderança. 
É autor de vários livros e DVD´s, entre eles estão o livro "Talento - É fazer coisas comuns de forma extraordinária", DVD "O Líder Influenciador" e o DVD "Campeão de Vendas". 




Contatos para palestra: www.menegatti.srv.br - palestrante@menegatti.srv.br 
Siga-nos: Twitter - @profmenegatti  --  Facebook - ProfMenegatti

domingo, 8 de abril de 2012

O salário do pecado é a morte!

"O salário do pecado é a morte..." Romanos 6.23
O pecado é uma palavra que aborda muitos aspectos. O que é pecado? A Bíblia define pecado como aquilo que faço contra o próximo. Aquilo que faço para prejudicar outrem, ou aquilo que faço contra o meu próprio corpo, como por exemplo, fumar, beber, prostituir... pecando contra o templo do Espírito Santo.

E a terceira definição de pecado além do que fazemos contra nós, contra o próximo é quando cometemos algo contra Deus.

Essas três ações do homem, geram morte. Todos trabalhamos por um salário e no final do mês temos a recompensa. A palavra salário vem da palavra sal, na antiguidade o sal era tão escasso que as pessoas recebiam o pagamento em sal. Daí vem a palavra salário.

Todas as vezes que somos prejudicados injustamente Deus fica do nosso lado, bem como, quando fazemos algo contra alguém, Deus se coloca contra nós.

A toda hora vemos as pessoas se levantando umas contra as outras fazendo atrocidades. É uma mãe que joga seu filho no lixo, uma pessoa que envena um bombom por inveja, alguém que por ódio mata outra pessoa, etc. Só que o salário do pecado é a morte!

Um dos atributos divinos é a justiça, nem sempre vemos a justiça de Deus aqui na Terra, mas tenha a  certeza que Deus é justo.

Às vezes premiamos quem não merece, mas Deus não! Ele premia a pessoa certa na hora certa e corrige o ímpio na hora certa também, porque Ele é justo.

O pecado é como mel no início, mas depois ele é amargo. O pecado entristece, abate. Vivemos num mundo sujo e um dia Jesus nos comprou, nos lavou e Ele tem o poder de nos manter limpos se quisermos.

Pecado não é aquilo que você faz e depois se arrepende, pecado é a maldade que você faz por prazer.

Na Revista Veja da semana passada está escrito que um Desembargador se envolveu com uma mulher mais jovem, funcionária dele, largou sua esposa, prejudicou sua carreira e tornou-se uma pessoa totalmente fora dos princípios corretos.

Aquela moça, casou-se com ele e tornou a vida dele um inferno. Ela o envenenou e o matou. No início aquela aventura foi maravilhosa, mas depois ele arcou com as consequências do seu ato.

Meu pai se envolveu com uma mulher e houve um fruto dessa aventura, uma filha fora do casamento e o pecado trouxe tanta mágoa na vida do meu pai que ele começou a querer bater na minha mãe, empobreceu, e se tornou um homem maldoso.

As propagandas de bebidas são maravilhosas, mas as cervejarias não mostram o que pode acontecer com uma pessoa dependente da bebida. Não mostram quantas pessoas perderam a vida ou até mataram alguém por causa da cerveja, da bebida. O pecado é uma mentira, um engano!

As propagandas de cigarro são lindas, mas as empresas de cigarros não mostram a degradação decorrente do vício e os inúmeros malefícios que o mesmo causa a saúde.

Derrotar o pecado não é fácil! Não conseguimos vencer o pecado com as próprias forças. Apenas através do poder de Deus conseguimos vencer o pecado!

Não podemos escolher as consequências do pecado. Você escolheu adulterar? A consequência não está nas suas mãos. Você escolheu mentir, falsificar uma assinatura? A consequência do seu ato não está nas suas mãos.

Não se engane, quando o pecado é descoberto, os que se dizem amigos, se afastam! As pesoas não esquecem facilmente os nossos erros.

Não pense também que Deus perdoa tudo porque Ele é amor, a blasfêmia contra o Espírito Santo, Deus não perdoa. Ref: Mateus 12.32

As consequências do erro, do pecado, sempre perseguem as pessoas e não existe complacência de homem algum quando Deus disciplina uma pessoa.

Com as mesmas pernas que o filho pródigo saiu, ele teve que voltar. Sansão se envolveu com mulher, se atolou no pecado e em nenhum momento Deus interviu na correção dele, ele precisou se arrepender.

Davi se envolveu com Bate Seba, e os seus ossos começaram a envelhecer. O pecado tirou dele a alegria e foi preciso ele confessar seu pecado para que fosse curado!

Pode ser que você esteja atolado no pecado e não sabe como sair dessa armadilha que te sufoca. Quem sabe você está atolado na pornografia, envolvido com vícios, jogo, mentira, etc? Pegue sua carteira profissional e entregue para o diabo dar baixa! O Espírito Santo te fortalecerá e você viverá a vida de Deus!

Pr. Jorge Linhares
Edição: Renata G. Santana

Deus não quer que vivamos sós!

"A sua fama, porém, se propagava ainda mais, e ajuntava-se muita gente para o ouvir e para ser por ele curada das suas enfermidades.Ele, porém, retirava-se para os desertos, e ali orava."Lucas 5:15-16

Jesus era solitário, porque as pessoas que estavam junto dele, nem sempre preenchiam a necessidade que como homem, ele tinha.

A solidão hoje, está pelo menos entre os cinco primeiros motivos de doenças.

Muitas vezes no meio da multidão a pessoa é só. Existem alguns tipos de solidão:

- quando nos isolamos para meditar em erros nossos.

- quando nos isolamos para estudar.

- quando nos isolamos para jejuar.

- quando a pessoa fica isolada por um crime que cometeu e por algum motivo ela é até colocada numa solitária.

- quando a pessoa está só por causa de um  divórcio - fez-se uma pesquisa que homens que tiveram relacionamentos extra-conjulgal, após passado o período da euforia da aventura - um ano aproximadamente, se sentiram solitários e quiseram casar novamente.

- quando a pessoa se isola para morar fora.

- quando a pessoa viaja a trabalho.

- quando a pessoa fica viúva. A morte por uma doença na família é preparada pelo próprio desenvolvimento da doença, ao contrário de quando se perde um ente-querido por uma morte violenta.

Temos que compreender as pessoas que sofrem pela solidão. Uma coisa que pode intensificar a solidão e a dor é guardar os objetos da pessoa que se foi.

Será que é a vontade de Deus que o homem adoeça por estar só? Não. Deus viu que Adão se sentiu só e disse: "Não é bom que o homem esteja só!"

As pessoas que vivem só geralmente são rancorosas - Deus não quer que vivamos sós!

"Insurge-se contra a verdadeira sabedoria aquele que se isola." Pv 18.1

É muito importante nos envolvermos com as atividades na igreja, criarmos uma identidade com o pastor do culto ou do ministério.

Às vezes você está no seu trabalho e tem colegas de trabalho, mas não tem nenhuma comunhão com eles. Se você entrar num ambiente e não procurar comunhão com as pessoas, você se tornará um solitário no meio da multidão.

O diabo faz tudo para que as pessoas se isolem. Se torne uma pessoa mais agradável, para que os outros se aproximem de você. Interagimos através das respostas. Se você disser "Bom dia!' a alguém, você terá como resposta um "Bom dia!"

Em muitos casamentos há conflitos, porque o homem trabalha e conversar com pessoas o dia inteiro e a esposa fica em casa, muitas vezes calada o dia todo. Quando o marido chega em casa, ele quer ficar calado e a esposa quer falar.

A Bíblia diz que Elias se refugiou numa caverna e lá ficou chorando! Deus disse a ele: "O que você faz aqui Elias?" Na verdade, Elias não estava só, Deus estava com ele dentro da caverna. Elias pensou que Deus estivesse no vento, no temporal, mas não, Deus estava com ele.

Noemi perdeu seus dois filhos, ela chamou suas duas noras e as despediu - Rute não aceitou a proposta de Noemi. "O seu povo é o meu povo, o seu Deus é o meu Deus..."

Temos que ajudar as pessoas a saírem da solidão! Se você está se sentido só, visite um asilo, você preencherá o vazio de alguém e sairá dali uma pessoa melhor.

Davi também foi um homem solitário - ele se refugiou na caverna de Adulão. Às vezes precisamos ficar sós, ou até sermos abandonados, para valorizarmos a outra pessoa.

Homens que se sentiram abandonados:

- Moisés
Ele ficou 40 dias isolado! Não foi fácil pra ele.

- Abraão
Algumas vezes o Senhor permite que estejamos sós para nos encontrarmos com Ele, para fazermos uma retrospectiva da nossa vida.

- José
Na casa de Potifar, sem seus pais, irmãos, sem referência de família...

- Sansão
Sem seus pais, amigos, sem poder conversar com ninguém, sendo humilhado... Sansão não aceitou a solidão.

- O filho pródigo
Acostumado com as festas na casa do pai, de-repente se vê só, comendo comida de porco. No mundo ele não tinha amigos.

- Jesus
"Ele, porém, retirava-se para os desertos, e ali orava."Lucas 5:16

Jesus sabia que daquela multidão Ele não fazia parte. Você tem que está perto das pessoas que pensam como você.

Na cruz Jesus estava solitário! Onde estavam as pessoas que ele curou? Onde estava a viúva de Naim? Onde estava o cego Bartimeu? Onde estava o pai do Jovem possesso? Os paralíticos que foram curados? Os leprosos que foram curados? A multidão que foi alimentada? Onde eles estavam?

Jesus foi solitário, para que tivéssemos amigos!

Pr. Jorge Linhares

Edição: Renata G. Santana

sábado, 7 de abril de 2012

Esgotados espiritualmente

"Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve."Mateus 11:28-30

É normal ficarmos cansados, é comum, Jesus mesmo ficou cansado. (Ref: João 4)

Ele andava nas estradas empoeiradas da Palestina.  Naquela epóca não tinha avião, nem ônibus de viagem, ou a pessoa ia a pé ou de camelo.

O termo estresse foi criado para designar os executivos de Nova York que começaram a ficar estafados de tanto trabalho.

Hoje em dia até as crianças estão estressadas, o ativismo é tanto que não suportamos, afinal, somos de carne e osso. Mas nesse texto Jesus convida os cansados a irem até Ele. Existem pessoas esgotadas espiritualmente.

Há pessoas que dentro dos seus corações tem um aperto e uma dor tão grande provocada pelo cansaço emocional. Mas o convite de Jesus é: "Vinde todos que estão cansados e sobrecarregados e eu vos darei descanso!"

O primeiro passo para receber o alívio de Jesus é admitirmos que estamos cansados, sobrecarregados, não seja um fake cristão. Muitas pessoas estão cheias de traumas, angústias, medos e não reconhecem suas fraquezas.

Às vezes você está cansado da igreja, da liturgia, dos sistemas eclesiásticos, o sistema está te matando... enfim, as pessoas estão pifando! Mas Cristo te faz um convite: "Vinde a mim!"

Ouço muitos líderes de jovens, ministros de louvor, pastores e filhos de pastores dizendo: "Cansei!" O ativismo tomou conta e as pessoas adquiriram anticorpos contra a igreja de tão cansadas e esgotadas que estão espiritualmente!

Quais pesos você está carregando nas suas costas? Às vezes você tem a culpa de responsabilidades que não são suas - pode ser que você esteja prestes a pifar! Jesus quer dar a você alívio e precisamos dizer SIM ao convite de Jesus. Agora, se você não quiser aceitar o convite de Jesus, você padecerá, porque Jesus não está mendigando a sua presença, Ele está te fazendo um convite!

A palavra chave em cada religião é: FAÇA! "Faça isso e você será salvo, faça e você conseguirá isso ou aquilo!" Mas a palavra chave do cristianismo é: FEITO! Cristo já pagou o preço na cruz do calvário, Ele ressuscitou e hoje podemos ter vida e vida em abundância!

Só Jesus pode dar o descanso para as nossas almas, ninguém mais! Por isso precisamos ver a cruz gloriosa diante de nós.

Fomos criados para admirar Jesus Cristo e enquanto não admirarmos Jesus Cristo seremos amargurados, cansados e abatidos. Peça a Deus que abra seus olhos para que você possa ter um encontro com Jesus e assim obter descanso para a sua alma!

Jesus nos faz um convite ao descanso - O diabo oferece várias coisas . Em Mateus 4, ele ofereceu várias coisas a Jesus. Status, poder, fama. O que Jesus nos oferece é muito maior: Ele oferece salvação, descanso para as nossas almas. O que precisamos é isso - paz e refrigério em Cristo Jesus! Jesus alivia a nossa bagagem!

Você quer aceitar o convite de Cristo?

A primeira coisa que você deve fazer é ir até Jesus
Para ir a Cristo temos que virar as costas para tudo que nos afasta d'Ele. Virar as costas para as amizades que nos levam para longe de Deus.

Não basta ir ao culto, ir a igreja, ir ao pastor, temos que ir a Cristo! Cristo é fascinante! Ele é a pessoa mais apaixonante que existe, não há ninguém que se compare a Ele.

Cristianismo não é uma vida enfadonha, parada, o cristianismo é um chamado para ação! Clame, ore, tenha um caderno de oração e escreva nele suas experiências com Deus!

A segunda coisa que você deve fazer é tomar o jugo de Jesus. O que é o jugo na Bíblia? Submissão. Se submeta e seja fiel ao Senhor de forma irrestrita. Tome o jugo de Jesus e obedeça-O em todas as coisas!

A terceira coisa que você deve fazer é aprender de Jesus. O Senhor não quer mestres, Ele quer aprendizes, discípulos. Ele quer nos ensinar. A nossa vida é simplificada quando estamos pertos de Jesus e aprendemos com Ele. Nas mãos d'Ele não há nada irrecuperável!

Ele quer tirar o esgotamento espiritual das nossas vidas, o Espírito Santo quer nos renovar e nos dar qualidade de vida. Que Ele nos capacite e nos revista com uma nova unção, restaure ministérios e derrame sobre nós um renovo!

O fardo de Jesus é leve, não é como o fardo do mundo! O fardo de Jesus é RESTAURADOR!

Jesus quer dar a você uma vida VIBRANTE!

"Vinde a mim!"

Pr. Davi Lago
Edição: Renata G. Santana

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Unidos em um só pensamento e ações

 
Se existe uma coisa dificil é viver unido em um só pensamento. Ef 4 - Se tivermos um só pensamento como povo de Deus transformaremos essa nação. Ref. Mateus 18

Quando os discipulos fizeram essa pergunta a Jesus, era a época que o Senhor estava empenhado em falar com os discípulos a respeito da unidade.

"Para que o mundo creia que Deus os enviou..."

O que temos visto é uma competição entre o povo de Deus que nada tem haver com Cristo. É impossível sermos unidos se queremos ser os maiores, os principais, isso não está no coração de Deus.

"Se não vos convertedes e não vos tornardes como crianças de maneira alguma entrareis no reino dos céus."

Para termos unidade precisamos observar algumas características da criança:

- Humildade

A criança é humilde de coração, ela não tem soberba e geralmente convivem em igualdade. Isso é fruto de humildade. Para sermos humildes temos que nos submeter inteiramente a Deus! Temos que aprender a servir uns aos outros. Há muitas pessoas que só querem receber os benefícios do ministério, mas Deus deseja servos. Deus quer levantar músicos para servir no Corpo de Cristo - temos que ser servos.

A primeira coisa que identifico nas pessoas que trabalham comigo é se elas têm coração de servo.

Humildade gera amor: A principal atitude do amor não é beijar, abraçar, mas a incrível capacidade de acolher e abrir mão de si mesmo para que o próximo cresça.

Amar às vezes envolve você dedicar o tempo que Deus precisa em prol da salvação da outra pessoa.

Humildade gera perdão: Para sermos unidos precisamos aprender também a perdoar. Um dos maiores frutos de um coração de amor e humildade é quando Deus desenvolve em nós a capacidade de perdoar.

Atrás de uma atitude de perdão, há um milagre!

- Autênticidade

Deus quer as coisas na nossa vida da maneira que elas são para que Ele possa nos transformar de dentro para fora. Deus nos quer integralmente.

- Integridade

A criança nunca é falsa, ela diz o que está sentindo, o que não gosta. Integridade é não termos nenhum tipo de falsidade uns para com os outros. Integridade tem haver com retidão, comprometimento uns com os outros e com o reino de Deus.

Será que é possível ser íntegro na igreja?

Os maiores princípios de integridade têm que estar na igreja e não no mundo. Cumpra com os seus compromissos e saiba que antes de Deus querer ver você feliz, Ele quer te ver santo!

Pr. Asaph Borba

A busca e a prática da santidade não está limitada ao templo

Não quebrarei a minha aliança, não alterarei as palavras que os meus lábios disseram (Salmos 89.34).

O modo de vida de Jesus revela que a busca e a prática da santidade não está limitada ao templo.
Cada lugar ― fosse a casa de um pecador ou o monte da transfiguração.
Cada encontro ― fosse junto a um poço ou pescando em mar aberto.
Cada pessoa ― fosse uma prostituta ou um pai sofrendo com o filho enfermo.
Fosse uma enorme multidão ou apenas uma mulher sofrida.
Todos e tudo, comer, dormir ou andar sobre o mar, tornava-se sobrenatural, santificado por sua presença;

Jesus transformava situações corriqueiras em experiências sobrenaturais.


Trazia o sagrado para a mesa de jantar.
Ele era Deus-homem andando entre nós.
Era Deus presente em meio à beleza e feiúra da vida.
Para Jesus, o sobrenatural no natural se manifesta.
O transcendental se faz presente em gestos simples:
O acariciar crianças,
A conversa amigável,
O compartilhar do pão,
Na atenção a esposa,
Não em pomposas orações.

Muitos de nós, ao contrário de Jesus, temos a tendência de dividir o mundo em o santo (aquilo que está muito mais ligado à religião do que aos relacionamentos) e o profano (o cotidiano, não religioso, todas as coisas que não se relacionam com Deus).

Literalmente, profano, significa “do lado de fora” ou “em frente à igreja”. A maioria pensa que qualquer coisa que está do lado de fora da igreja e não se relaciona com Deus, é profana.

Foi assim que Jesus ensinou? Não creio.

É possível encontrar o sagrado fora de uma experiência de êxtase em um “Monte Sinai” moderno.
Deus se manifesta nas relações do dia-a-dia. 


Pr. Silmar Coelho
Casado com Janice Coelho, é pai de Tiago, Filipe, Lucas e Cristine. Doutor em liderança pela Universidade Oral Roberts, Tulsa/ USA. Escreveu vários Best-Sellers.  É escritor premiado, músico, compositor e pastor há mais de 39 anos. 

www.silmarcoelho.com.br

Twitter: @silmarcoelho 
Facebook: pastorsilmar

quarta-feira, 4 de abril de 2012

5ª parte CGC: Comunicação Gerada pelo Cliente

O seu site... 
•   Desempenha a função de um especialista de confiança? Está sempre disponível para resolver os problemas, sanar dúvidas, oferecer orientação e conselhos.

•   É o melhor canal, por meio do qual a empresa ouve o consumidor? Não? Então aqui vai uma sugestão: espalhe botões de “fale conosco” em locais de destaque, pois o site é sempre a primeira ferramenta que interage com o cliente.
•   Disponibiliza opiniões dos clientes ou convida-os para escrever resenhas dos seus produtos? Lembre-se, os clientes sempre confiarão mais na palavra de outros clientes do que a da empresa. Faça isso e você aumentará a confiança e a credibilidade, principalmente em vendas on-line.
•   Tem o link, Caro Presidente. Quer goste ou não, disponibilize um canal direto com o presidente da empresa. Quando os consumidores têm um problema, muitos decidem comunicá-lo a quem ocupa o mais alto cargo da empresa, pois acreditam que ele é a única pessoa que tem poder para resolver.
•   Possui FAQ - Perguntas Mais Frequentes: crie uma área com perguntas/respostas, para evitar responder sempre as mesmas perguntas. Isso evita uma perda de tempo por quem vai responder e também por quem vai perguntar. Uma boa dica é começar a usar respostas em vídeo, principalmente quando a empresa está passando por algum tipo de problema.
Uma recente pesquisa da Nielsen apontou que 55% de 70 mil clientes afirmaram que quando buscam informações na internet primeiro acessariam o site da empresa e depois a opinião de outros consumidores. Pense nessa oportunidade, o site da sua empresa é o eixo do seu negócio e para se construir um CGC positivo, o conteúdo deve ser útil, atual e convidativo, ou seja, um site que merece ser compartilhado e enviado para outras pessoas.
Prof. Menegatti é considerado um dos maiores conferencistas no desenvolvimento do potencial humano e um expert em desempenho de alto nível. 
Palestrante em Vendas, Motivação e Liderança. É autor de vários livros e DVD´s, entre eles estão o livro "Talento - É fazer coisas comuns de forma extraordinária", CD "O Líder Influenciador" e o DVD "Campeão de Vendas".
CONTATO PARA PALESTRAS: www.menegatti.srv.br - palestrante@menegatti.srv.br
SIGA-NOS: TWITTER - @profmenegatti  --  FACEBOOK -  ProfMenegatti